Internacional bate Sport e assume vice-liderança provisória do Brasileirão

Pressão estabelecida na etapa complementar surtiu efeito para o colorado, o qual passou a comandar a partida

Internacional bate Sport e assume vice-liderança provisória do Brasileirão
Renê pressionado por Andrigo, marca gol contra para o colorado (Foto: Divulgação/Internacional)
Internacional
1 0
Sport
Internacional: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anselmo (Gustavo Ferrareis - 35'/1ºT) e Andrigo (Nilton - 33'/2ºT); Eduardo Sasha e Vitinho (Aylon - 39'/2ºT). Técnico: Argel Fucks.
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Oswaldo Henríquez, Durval e Renê; Rithely, Serginho (Luiz Antônio - 22'/2ºT), Gabriel Xavier, Éverton Felipe (Reinaldo Lenis - 22'/2ºT) e Diego Souza; Vinícius Araújo (Túlio de Melo - 22'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Placar: 1-0, Renê (contra), 12'/2ºT
ÁRBITRO: Igor Junio Benevenuto (Aspirante FIFA/MG), auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (FIFA/MS) e Marconi Helbert Vieira (MG) | Cartões amarelos: Vitinho (INT - 22'/1ºT), Vinícius Araújo (SPT - 32'/1ºT), Eduardo Sasha (SPT - 32'/1ºT) e Paulão (INT - 07'/2ºT).
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2016, realizada no Beira-Rio, em Porto Alegre/RS, na tarde desta quinta-feira (26).

Internacional e Sport foram a campo nesta quinta-feira (26) pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. E, se por um lado o Inter buscava a vitória pela hipótese de dormir na liderança do campeonato, por outro, o Sport tentava levar sua primeira vitória na competição de pontos corridos. Melhor para os colorados, que venceram por 1 a 0 e assumiram a vice-liderança provisória do torneio. Por outro lado, o Leão da Ilha segue na zona de rebaixamento e não sabe o que é vencer.

A próxima rodada será realizada neste fim de semana e os clubes voltam a entrar em campo no domingo (29). O Sport enfrenta o Corinthians na Ilha do Retiro, às 11 da manhã. Por sua vez, o Internacional mede forças contra o Santos na Vila Belmiro, às 18h30.

Primeiro tempo desastroso de ambas as equipes

O jogo começou quente no estádio Beira-Rio, logo aos 3 minutos de jogo, Internacional quase chegou ao alvo com uma bela arrancada construida por Andrigo e Vitinho, contudo Magrão estava lá para fazer a defesa. Mas, como previsto o Sport não iria entregar a partida e tentava de tudo que é modo carimbar o resultado.

Prova disso, foi quando aos 4 minutos de partida Gabriel Xavier cobrou escanteio perigoso pela esquerda, Willian estava lá para afastar de cabeça e salvar equipe colorada. Até então o jogo parecia bem administrado pelas duas equipes.

Contando com um Internacional aberto, Sport apostou nos contra ataques, contando com um drible da vaca, Gabriel Xavier chegou atrasado na finalização. Nenhuma equipe se destacou até o momento, um jogo bem desputado e difícil de apontar um vencedor.

Aos 22 minutos, Danilo Fernandes e Paulão se atrapalham na grande área, caiem um por cima do outro, sendo vítimas de mais uma bela jogada do leão, o qual veio com as armas certas para surpreender os atletas comandos por Argel Fucks

Primeira chance de gol foi da equipe colorada, Fernando Bob fez belo lançamento para Vitinho que, por sua vez, desperdiçou. Ao todo são 26 passes errados na partida, sendo 16 por parte do Inter e 9 do Sport. E, ao que tudo indicava, as duas equipes se encontravam encurraladas em suas próprias marcações.

Com certeza o fator a menos dos dois times era o nervosismo. Ambas não conseguiam ao menos atravessar o campo com a bola nos pés, desperdiçando assim as chances a gol. Argel inconformado com a postura do time manda ao aquecimento Gustavo Ferrareis

Andrigo cai na grande área e pede pênalti, Igor Junio Benevenut disse que não houve nada. Com a ideia de mudança de esquema, o técnico colorado resolve mudar de imediato, logo na primeira etapa, tirando Anselmo para a entrada de Ferrareis, criando assim um Internacional mais ofensivo.

Faltando poucos minutos para o término da etapa incial, aos 45 minutos, o bom futebol do Sport tampouco do Inter aparece. Por fim Gustavo ferrareis, na melhor jogada da partida cruzou na área, Ernando sem querer desviou antes que chegasse até a cabeça de Eduardo Sasha. Fim da primeira etapa, 0 a 0.

Segundo tempo com domínio colorado

Um novo Inter pinta no estádio Beira-Rio, quando, logo aos 30 segundos de jogo, Fabinho aproveitando a falha de Rithely quase marca para o colorado. Com jogadas mais elaboradas, Internacional começa finalmente a crescer na partida.

Em toque de primeira de Vitinho para Andrigo,  meia cruza rasteiro, mas Magrão defende antes mesmo da bola chegar até Eduardo Sasha. Aos 8 minutos novamente, Vitinho cruza desta vez para Willian, que assim como Andrigo deixa nas mãos de Magrão.

Gol do Internacional, em cruzamento pela esquerda feito por Artur, Renê, pressionado pelo meia Andrigo marca contra. Inacreditável tal mudança de postura adquirida pelo colorado na etapa complementar, simplismente conseguiram passar uma borracha na mal atuação da primeira etapa.

Apavorado com o decorrer da partida, Oswaldo de Oliveira, técnico do leão de Recife resolve fazer três substituições de uma vez só, para tentar amenizar a situação e fazer com que sua equipe chegue ao ataque com mais facilidade. Pouco adiantou, ninguém conseguia vencer o avantajado ataque colorado.

Diferente da pimeira etapa tudo estava dando certo para o Internacional de Argel, parecia um novo time em campo, uma equipe que fazia seu torcedor vibrar de alegria no estádio Beira-Rio.

O conjunto de guris oriundos da base, Andrigo e Gustavo Ferrareis, ajeitou o meio de campo que de inicio parecia perdido. Porém com cansaço, Argel resolveu asseguarar o resultado, voltando a formação do comecinho do jogo, entretando agora com a entrada de Nilton.

Reinaldo Lenis cruza da direita para Diego Souza, o qual ajeitou para Renê que, ao finalizar, mandou para fora. Equipe comandada por Oswaldo de Oliveira, não vence há 5 partidas, contando com 3 derrotas e 2 empates.

Aproveitando o bom momento de seus comandados, Argel substitui o nome da partida, Vitinho, que saiu ovacionado com muitos aplausos para a entrada de Aylon. Gustavo Ferrareis aproveita cruzamento de Artur, contudo estava impedido.

Três minutos de acréscimo e o resultado já não podia ser alterado. Fim de jogo, Internacional vence o Sport e está na vice liderança da competição, com a mesma quantia de pontos do líder Santa Cruz.