Gilson Kleina sinaliza caminho de recuperação da Ponte Preta: “Temos que fazer o dever de casa"

Técnico pontepretano entende que time deve decidir seu futuro no campeonato em suas partidas em casa

Gilson Kleina sinaliza caminho de recuperação da Ponte Preta: “Temos que fazer o
dever de casa"
(Foto: Getty Images)

Nesta tarde de domingo de dia dos pais (13), Sport e Ponte Preta não entregaram um bom jogo para os homenageados da data, com um empate sem gols na Ilha do Retiro. Com o resultado, os rubro-negros pernambucanos sobem para a 5ª colocação, enquanto a Macaca se manteve em 14º lugar.

Mesmo com a mudança na tabela, Gilson Kleina não entende que a preocupação do seu time seja a zona de rebaixamento e analisou que se vencerem seus jogos no Moisés Lucarelli, este mesmo empate será bem considerado, devido a ascensão do Leão no campeonato: ”Não, o objetivo sempre é galgar o melhor posicionamento na tabela. Claro que com os resultados de ontem e hoje, ficou muito próximo. Mas esse ponto aqui, com os próximos jogos que temos em casa, para tentarmos voltar a restabelecer as vitórias vai fazer a diferença com esse ponto. Porque você soma ponto com o Sport que está brigando na ponta da tabela com 29, nós estamos com 24. Então temos que fazer o dever te casa para brigar por algo mais”.

Na partida de domingo, os campineiros não puderam contar com jogadores importantes como o atacante Emerson Sheik (poupado), o meia Renato Cajá (Lesionado) e o zagueiro Marllon (suspenso). O comandante, então, foi perguntado sobre a alteração no posicionamento do artilheiro da equipe, Lucca, e o desempenho no novo meio de campo com Jean Patrick, que deu lugar ao garoto Felipe Saraiva e o tempo que terá para recuperar seus desfalques:

O Jean Patrick é o segundo jogo que ele começa, hoje foi nítido que ele teve uma queda física, normal, vamos recuperar. Depois de um mês e pouquinho vamos ter uma semana cheia, e isso é muito, vamos ter o retorno de jogadores experientes que não vieram para essa partida para a gente montar uma forca máxima para domingo”.

O confronto acabou sendo uma prévia das oitavas de final da Copa Sul-Americana, onde as duas equipes se enfrentam no próximo mês. O treinador da Macaca disse sua opinião em ter essa oportunidade de conhecer um pouco mais o concorrente a vaga na competição:

“Claro, sabemos que a Sul-Americana é uma outra competição e é importante você ter um resultado desse, não tomar gol. Nós sabemos que teremos que guerrear esses 180 minutos, uma competição importante para nossas pretensões. Mas agora é focar para o próximo jogo em casa, trabalhar bem essa semana para chegar bem aqui com mais confiança e um futebol mais forte”.

Agora, os alvinegros se preparam para enfrentar o Cruzeiro no Mineirão, apenas no próximo domingo, com os mineiros tendo jogo decisivo contra o Grêmio na quarta-feira pela Copa do Brasil.

Ponte Preta