Doriva é demitido após derrota para Botafogo e interino Adriano Teixeira assume até o fim do ano

Sequência de sete jogos sem vencer culmina na demissão do treinador; ex-zagueiro do Santa Cruz o substitui no término do Brasileirão

Doriva é demitido após derrota para Botafogo e interino Adriano Teixeira assume até o fim do ano
Comandante chegou à equipe em agosto e deixa o cargo com 22,9% de aproveitamento (Foto: Ney Gusmão/VAVEL Brasil)

A má fase do Santa Cruz no Campeonato Brasileiro 2016 não é mais novidade para ninguém. Nesta quinta-feira (20), um novo capítulo foi revelado nas bandas do Arruda. O revés diante do Botafogo, dentro de casa, culminou na demissão de Doriva, após acordo mútuo com os dirigentes, que aceitaram o pedido do comandante em deixar o cargo em uma situação conturbada.

Contratado ainda em agosto para substituir Milton Mendes, o técnico veio de uma passagem questionável no Bahia, porém garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana com a classificação ante o arquirrival Sport durante a etapa nacional. Apesar disso, os números no Brasileirão foram negativos, com somente uma vitória em 12 jogos disputados, diante do Atlético-PR pela 25ª rodada.

Esse retrospecto no nacional totaliza aproveitamento de 11,1%, com o total de 22,9%, sendo distribuídos em três triunfos, dois empates e 11 derrotas. Através de uma publicação no seu site oficial, a Cobra Coral agradece ao profissional pelos serviços prestados, desejando sucesso no prosseguimento da carreira.

Doriva deixa Santa Cruz com aproveitamento de 22,9% e apenas três vitórias (Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz)
Doriva deixa Santa Cruz com aproveitamento de 22,9% e apenas três vitórias (Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz)

A diretoria oficializou a efetivação do auxiliar Adriano Teixeira, que vai ficar até o fim desse ano no comando do tricolor. Para a próxima temporada, o clube está prospectando um novo treinador, já que será realizada análise de custo benefício, segundo assegurou Constantino Júnior, vice-presidente de futebol da equipe.

"Vamos analisar o mercado antes de contratar o novo técnico do Santa Cruz para 2017. O perfil ainda vai ser traçado e só vamos definir quem vai ficar para 2017 com o passar do tempo. Faremos análise de custo benefício, já que o Santa Cruz precisa de união e força nesse momento. Vamos entrar firme na temporada 2017, pois queremos buscar títulos", disse Tininho, que reconheceu um Brasileiro abaixo das expectativas e prometeu reestruturação financeira no próximo ano.

"Existiram os erros nas contratações, mas o déficit financeiro também atrapalhou nosso planejamento. Não podemos desanimar, todavia se a gente ficasse na Série A, seria um dos melhores anos de toda a história do Santa Cruz. Venho aqui pedir desculpas à torcida do Santa Cruz. Eu assumo a responsabilidade em nome do clube, que busca uma solução pelos atrasos de salários dos funcionários. Confio na gestão do Santa", completou.