O que esperar das 24 horas de Le Mans 2013?
Foto: Divulgação

Neste final de semana teremos a 90 edição das 24 horas de Le Mans na França. A prova de longa duração mais no cenário automobilístico internacional. A prova surgiu em 1923 pelas mãos do “Automobile Club de l´Ouest” ou simplesmente ACO como forma de impulsionar o desenvolvimento da indústria automobilística francesa e europeia.

Para a época uma corrida de 24 horas era algo inédito e desafiador. Assim a primeira edição teve 33 carros inscritos com dois integrantes sendo um deles obrigatoriamente um mecânico para fazer reparos rápidos, já que uma volta tinha mais de 13 quilômetros. O primeiro vencedor foi a dupla André Lagache e René Léonard com um Chenard el Walcker e deu ao todo 128 voltas.

Os anos foram passando e a prova se tornou referência em alta tecnologia e sempre contou com a participação de grandes montadoras com equipes oficiais. Os anos oitenta e noventa chegou no seu auge com os carros do grupo C e chegou a rivalizar com a F1 como principal categoria mundial. Graças a jogos políticos feitos pela FISA (atual FIA) e Bernie Ecclestone a prova perdeu visibilidade mas no começo dos anos 2000 com a criação de séries regionais como a American Le Mans Series e European Le Mans series e a volta de equipes oficiais vem reencontrando o brilho de outrora.

A edição desde no promete ser interessante visto que a equipe Audi que domina a categoria nos últimos anos não tem um rival à altura. Seu principal adversário a Toyota que voltou a categoria ano passado e surpreendeu vencendo etapas do mundial de endurance em especial a do Brasil, não conseguiu mostrar este ano o mesmo desempenho e nas provas que antecederam Le Mans teve um desempenho pífio e não chegou perto dos rivais alemães. A Audi vai com três carros e é ai que pode estar a emoção da coisa. Ao contrário da F1 aonde o jogo de equipe acaba “matando” o vencedor no endurance ainda persiste a ideia de que o carro mais rápido vence a corrida. No Audi #1 temos os campeões do ano passado André Lotterer, Benoit Tréluyer e Marcel Fassler que marcam a nova geração de pilotos da marca. A “velha” guarda está presente no carro #2 de Tom Kristensen maior vencedor da prova com 8 vitórias, Luic Duval e Allan McNish considerado ao lado de Tom os mais experientes do grid. O trio do carro #2 contrariando a “juventude” acabou marcando a pole e é apontada como a favorita. No carro #3 temos o brasileiro Lucas di Grassi, Olivier Jarvis e Mac Gené. Qualquer um dos carros podem ganhar e tem pilotos gabaritados para isso agora resta saber como irão se comportar durante uma corrida tão longa.

Ao todo serão 56 carros na pista divididos em 4 classes. A LMP1 com os protótipos de equipes oficiais (Audi e Toyota) são os mais potentes. No caso das equipes oficiais da Audi e Toyota os protótipos são modelos híbridos com motores a combustão e elétricos com sistemas que recuperam a energia através de frenagem semelhante a F1 com seu Kers. A LMP2 aonde estão os carros mais fracos que os LMP1 e são destinados a equipes privadas, GTE-PRO aonde competem equipes com carros de Gran Turismo de fábrica no caso a Porsche, Aston Martin, Viper e Corvette e GTE-AM com carros com até 2 anos de uso e com pilotos amadores. Nestas duas classes a briga vai ser mais intensa pois os carros tem seus desempenhos nivelados com base na últimas corridas do campeonato no caso as etapas de Silverstone e SPA.   Além de Digrassi na Audi temos Bruno Senna na equipe oficial da Aston Martin no carro #99 competindo na classe GTE-PRO junto com Frederic Makowiecki, e Robert Bell.

Tanto Bruno quanto Lucas são favoritos a vencer em suas classes mas nem sempre o mais rápido acaba vencendo em uma corrida de longa duração. As intempéries climáticas, o tráfego dos carros mais lentos, o cuidado com o consumo de pneus tudo conta e é claro a sorte de passar 24 horas correndo e não cometer erros. A prova começa neste sábado as 10:00 com as duas primeiras horas sendo transmitidas pelo canal SPORTV. Para quem quer acompanhar a prova através da internet pode acessar o site oficial www.lemans.org e assistir à corrida na integra. 

VAVEL Logo