Chefe da Honda, Tanabe admite que RBR e STR foram ‘abaixo da expectativa’ no Japão
Foto: Reprodução/RBR

Chefe da Honda, Toyoharu Tanabe admitiu que os resultados no Grande Prêmio do Japão ficaram abaixo das expectativas para sua montadora. Depois de Max Verstappen ser forçado a abandonar a prova após ser tocado por Leclerc, Alex Albon fechou a corrida na P4, isso na RBR. Já na STR, Pierre Gasly teve um bom rendimento ao chegar na zona de pontuação, na P8. Kvyat ficou na P12. No geral, foi um fim de semana negativo para a Honda.

Após a prova de Suzuka, Tanabe ressaltou o fato do cronograma apertado, pois o treino classificatório e a corrida aconteceram no mesmo dia, no horário japonês.

"Foi um dia agitado para todas as equipes, com o cronograma incomum durante o qual conseguimos colocar três dos nossos quatro carros entre os dez primeiros da qualificação da manhã, o que foi satisfatório."

Em seguida, o chefe da Honda comentou o resultado dos pilotos da STR (Gasly e Kvyat).

"Gasly fez uma excelente corrida, terminando nos pontos. Kvyat lutou muito e acabou terminando duas posições acima de seu lugar no grid de largada."

Correndo em casa, a equipe Honda contou diversos torcedores apaixonados nas arquibancadas do Circuito de Suzuka.

"Foi ótimo ver a arquibancada com 12 mil fãs da Honda, e no geral, uma multidão maior do que nos últimos anos. Todos na equipe da Honda agradecem seu apoio. O resultado de domingo não correspondeu às nossas expectativas, por isso queremos voltar mais fortes no próximo ano e dar aos fãs algo mais para torcer."

Dessa forma, a Honda tem a RBR com 323 pontos, na terceira posição do mundial de construtores, e a STR com 59, em sexto.

VAVEL Logo