George Russell se contenta com segundo melhor tempo: "Me deixa satisfeito"
Foto: Divulgação / F1

Pela primeira vez guiando a Mercedes, George Russell não fez feio no treino classificatório para o GP de Sakhir, no Bahrein. No entanto, o britânico sofreu uma baixa na temporada: pela primeira vez perdeu para o companheiro de equipe no qualifying. Então, o imbatível no carro Williams não conseguiu derrotar Valtteri Bottas no carro preto da montadora alemã.

Mesmo derrotado pelo finlandês neste sábado (5), Russell tem a sensação de missão cumprida desde que recebeu o convite de Toto Wolf para substituir o heptacampeão Lewis Hamilton, diagnosticado com Covid-19.

"Você sabe que Valtteri pressionou Lewis em muitos treinos classificatórios ao longo do ano. Estatisticamente eu acho que há apenas um décimo entre eles, e todos nós sabemos o quão grande Lewis é. Só para estar atrás de Valtteri, chegando de última hora, dois dias de preparação, já me deixa satisfeito. Vamos ver o que podemos fazer na corrida."

Pela primeira vez em 2020, Russell conseguiu chegar ao Q3. Isso só foi possível por conta da equipe de ponta, pois quando no cockpit da Williams tal feito pode ser considerado impossível em condições normais de GP. E quando se larga na galera da frente, grandes adversários medem força, como é o caso do próprio Bottas e do holandês Max Verstappen, da RBR, que larga em terceiro.

"Não tenho ninguém na minha frente, o que não experimentei há muito, muito tempo. Vai ser complicado. Vai ser muito complicado. Qualificação é o que eu me sinto mais confortável com tudo o que você tem, e amanhã (domingo da corrida) você precisa de um pouco mais de controle, um pouco mais de domínio. Eu só não tive a experiência ainda. Vou dar tudo de mim e verei o que posso fazer."

Agora, para a largada de domingo (6), fica a expectativa: será que Russell não vai se intimidar e atacará Bottas ou manterá o jogo de equipe para satisfazer a Mercedes? Você acompanha todas as informações pré-corrida e todas as voltas aqui, no tempo real da VAVEL Brasil do GP de Sakhir.

VAVEL Logo