Santa Fe conta com a força da torcida e a altitude para alcançar ‘milagre’
Torcida cardeal promete muita festa para a semi-final (Foto: Reprodução / CCTE)

Uma das grandes atrações dessa edição da Copa Libertadores tem sido as impressionantes festas da torcida do Santa Fe quando a equipe joga no Estádio El Campín, em Bogotá. Nesta terça-feira (09), contra o Olimpia não deve ser diferente. Precisando reverter uma desvantagem de 2 a 0, a “Guardia Albi-Roja Sur”, principal torcida dos colombianos, promete um ‘inferno’ para os adversários – e não só dentro do estádio.

Em uma campanha iniciada nesse final de semana, o Santa Fe convocou os seus torcedores a transformarem a cidade de Bogotá em uma cidade vermelha e branca durante toda a terça-feira. O objetivo da campanha é cobrir a capital da Colômbia de bandeiras e faixas do Santa Fe, criando uma atmosfera impressionante para a partida.

Além da força da sua torcida, o Santa Fe conta também com a altitude de 2700 metros da cidade colombiana como uma arma para reverter a situação complicadíssima. Em cinco partidas como mandante na Copa Libertadores, os Cardeais tem quatro vitórias e um empate, sendo que duas vitórias foram por 2 a 0, resultado que levaria a decisão da vaga para a grande final para os pênaltis.

Outro fator que o Santa Fe tentará se aproveitar é a iminente saída de Jefferson Cuero e Wilder Medina ao final da temporada colombiana, em agosto. O presidente do clube, César Pastrana, admitiu na manhã desta terça-feira em um programa esportivo local que pelo menos um dos dois tem a saída certa e o outro é muito provável que se desligue do clube em breve.

Ficha Técnica

Santa Fe (0): Vargas, Roa, Valdés, Meza e Acosta; Torres, Anchico, Molina e Omar Pérez; Medina e Cuero;

Olimpia (2): Silva, Miranda, Manzur e Candia; Giménez, Benítez, Aranda, Pittoni, Silva e Mazacotte; Bareiro;

Local: Estádio El Campín (Bogotá)

Horário: 21h50

VAVEL Logo