Em jogo de três pênaltis perdidos, Nuremberg derrota o Braunschweig

Pela 22º rodada da Bundesliga, o Nuremberg recebeu o Eintracht Braunschweig no Estádio Grundig. Enquanto o time da casa buscava chegar ao pelotão dos 10 primeiros colocados, a equipe visitante lutava para pontuar de qualquer forma e sair da incomoda lanterna do Campeonato Alemão. Em um jogo totalmente atípico, o time da casa triunfou por 2 a 1.

Com os três pontos conquistados, o Der Club agora soma 23 pontos na tabela, na décima segunda colocação. Já o Eintracht Braunschweig permanece na última posição, com apenas 15 pontos ganhos.

Braunschweig surpreende e abre o placar no primeiro tempo

No jogo, os dois times começaram marcando muito forte, sem dar espaços para o adversário. O fato culminou com um duelo bastante truncado, tanto que o primeiro chute a gol só veio acontecer aos 15 da primeira etapa, com o Nuremberg. Devido a forte marcação, aos 32 minutos o time da casa teve um jogador expulso. Após falta dura, Nilsson foi mandado mais cedo para o vestiário.

Com a vantagem numérica em campo, o clube da Baixa Saxônia tratou de agredir o adversário em busca do tento inicial da partida. Até que, aos 34 do primeiro tempo, Domi Kumbela abriu o placar para o Eintracht Braunschweig. O atleta nascido na República Democrática do Congo aproveitou um cruzamento e cabeceou para deixar o time visitante em vantagem.

O gol sofrido assustou o Nuremberg, afinal, sair atrás do placar não estava nos planos do técnico Gertijan Verbeek. Aos 40 minutos, Kumbela sofreu pênalti após ser derrubado pelo goleiro Schäffer. Chance de ouro para a equipe visitante. Na cobrança, o Congolês bateu com muita displicência, nas mãos do arqueiro adversário, desperdiçando ótima chance de estender e vantagem do Braunschweig.

Depois daí, o árbitro deu o apito final da primeira etapa. O time da casa recuou suas peças já visando recuperar o prejuízo na etapa final, enquanto os visitantes foram para o vestiário mais otimistas do que nunca. 

Virada repentina do Nuremberg e dois pênaltis perdidos na etapa final

Na segunda etapa, os anfitriões precisariam de muito mais ímpeto ofensivo, mesmo estando com um homem a menos em campo, e foi o que aconteceu. Logo no primeiro minuto da segundo etapa, o Der Club igualou a peleja. Hiroshi Kiyotake acertou um belo chute de longa distância e deixou tudo igual na Nuremberga.

Sem perder tempo, o Nuremberg virou o jogo no minuto seguinte, colocando por terra as aspirações do Eintracht Braunschweig. Aos 2 do segundo tempo, Pekhart venceu o goleiro Petkovic para colocar o time da casa em vantagem. Após a virada, o Nuremberg passou a dominar o jogo, com muita imposição. 

Mesmo em desvantagem, o Braunschweig não se entregou e quase empatou aos 13 do segundo tempo. Depois, a equipe visitante teve mais um pênalti a seu favor, aos 17 minutos do segundo tempo. Na cobrança, Bicakcic bateu no meio do gol, e o goleiro Schäfer defendeu sua segunda penalidade no jogo. Bela atuação do goleiro do Nuremberg na partida. 

Após o segundo pênalti perdido , o time visitante não conseguiu se encontrar na partida. Aos 23 minutos, Kyotake teve uma penalidade para o time da casa. Na cobrança, o Japonês bateu mal e perdeu a chance, em um lance um tanto quanto bizarro.

Com a terceira penalidade desperdiçada no jogo, aconteceu um fato histórico na Bundesliga, afinal, foi o a primeira ocasião no Campeonato Alemão a ter três pênaltis perdidos. Depois de tantos acontecimentos inusitados, a partida se arrastou até o fim, com uma vitória bastante suada do Nuremberg.
 

VAVEL Logo