Em partida com lances polêmicos, Nigéria elimina Bósnia e mantém chances de classificação

Com polêmico gol de Peter Odemwingie, a Nigéria bateu a Bósnia-Herzegovina por 1 a 0, e vai para a última rodada do Grupo F com chances de classificação às oitavas da Copa do Mundo. A partida, que aconteceu na Arena Pantanal, em Cuiabá, também marcou a eliminação dos bósnios, com duas derrotas em dois jogos. 

Com este resultado, a Nigéria soma quatro pontos e fica atrás apenas da Argentina, que aliás, é líder do Grupo F e seu próximo adversário. Já a Bósnia, após perder os dois jogos apenas cumpre tabela  no próximo jogo contra o Irã.

As duas equipes possuíam um ataque de força. De um lado, representando a Bósnia, o principal atacante desta seleção era Dzeko e pelos nigerianos, o principal atacante era Emenike, auxiliado por Musa. A grande surpresa da noite foi que na escalação e esquema tático montado por Stephen Keshi, o principal atacante da Nigéria, Victor Moses, não entrou como titular nesta partida.

Tanto Nigéria quanto Bósnia conseguiram criar boas oportunidades, mas a velocidade de jogadores prevaleceu. Os africanos, com atletas de boa qualidade física e técnica. Onazi, Mikel, Odemwingie, Musa e Emenike deram mais trabalho à meta do goleiro Begovic do que Dzeko e companhia ao gol de Enyeama.

Melhor em campo, Nigéria pressiona e abre o placar

O técnico nigeriano Stephen Keshi apostou num esquema de jogo postura ofensiva, comEmenike à frente e auxiliado pelos meias Musa e Odemwingie. Contudo, foi a Bósnia quem começou melhor a partida, tinha mais posse de bola e Dzeko era quem mais chegava à área adversária.

A Nigéria começou a atacar principalmente com Emenike. Em cobrança de escanteio, Musa viu o companheiro Onazi, chutar a sobra direto para fora. Novamente, Musa apareceu e tentou armar uma jogada pela frente com Babatunde, mas sem sucesso. 

Com mais posse de bola, a Nigéria começou a chegar com perigo quando Odemwingie cobrou a falta e a bola passou beirando a esquerda da trave. Em seguida, percebendo um espaço, Emenike deu passe perfeito para Musa dentro da área, mas o meia deixou passar a melhor chance de gol da partida. Mais uma boa chance de gol veio com Obi Mikel, que bateu rasteiro e muito perto do gol.

A primeira jogada de real perigo para os nigerianos veio com a cobrança de escanteio de Pjanic: a bola passou por Dzeko e de sobra foi para Misimovic, que bateu colocado, mas a bola foi pra fora.

O lance que mais levantou polêmica foi o gol dos bósnios, que foi anulado. Misimovic tocou para Dzeko, que bateu na saída de Enyeama, mas a arbitragem não validou. Em seguida, duas boas oportunidades para a Bósnia, chega com perigo com Hajrovic, que entrou pela direita e o goleiro nigeriano defendeu e em seguida com Dzeko. 

Quase no final do primeiro tempo a Nigéria, depois de muito tentar conseguiu abrir o placar. O atacante Emenike recebeu na ponta direita e viu seu marcador, o zagueiro Spahic, ir ao chão. Na sequencia, cruzou para o meia Odemwingie abrir o placar. Os bósnios reclamaram muito de uma possível falta feita pelo nigeriano, mas as câmeras mostraram que foi o próprio Spahic que tentou parar o lance com falta. 

A Nigéria aproveitava bons contra-ataques e marcava bem a saída de bola dos bósnios. No final do primeiro tempo, os europeus tentavaram pressionar, e numa dessas, Pjanic aproveitou o espaço na direita, avançava com perigo e cruzou fechado para Dzeko, que chutou muito embaixo e mandou para fora.

Bósnia tenta, mas não consegue alcançar o empate e é eliminada

A partida reiniciou com a posse da seleção da Bósnia, que começou pressionando. Logo nos primeiros minutos, Dzeko recebu cruzamento e emendou de canela. A bola caiu sobre a rede gol nigeriano. A Bósnia tentava chegar e a defesa nigeriana afastava a bola, sem perigo.

Após lançamento à frente, os bósnios chegaram com Lulic, que cruzou pela esquerda e tinha ali Hajrovic e Dzeko para recepção, mas os dois se atrapalharam e não conseguiram concluir a jogada. A Nigéria tentava prender a bola no ataque e Babatunde teve boa chance, obrigando o goleiro Begovic a fazer uma bela defesa. Em seguida, Onazi recebeu a bola na entrada da área, conseguiu abrir espaço e chutar, mas a bola foi pra fora. 

A Bósnia fez mudanças para tentar não ser eliminada da Copa, mas era a Nigéria quem dava as cartas. Habilidoso, Babatunde fez boa jogada e obrigou o goleiro Begovic a fazer uma bela defesa. Como resposta, Pjanic passou por Onazi e tocou a frente para Dzeko, mas o zagueiro Omeruo apareceu e ganhou para a Nigéria. 

A Bósnia não desistia e tentava aproveitar as poucas chances que apareciam com Pjanic e Dzeko, mas ainda assim chegava com pouco perigo. Os nigerianos, por outro lado, atacavam com perigo, aproveitando os contra ataques. O meio campo Onazi teve boa oportunidade quando recebeu passe de Emenike, e mandou uma pancada direto para o gol, mas o goleiro Begovic salvou.

Nos minutos finais a bósnia tentava pressionar ainda com Misimovic, que recebeu um passe excelente na entrada da área e com espaço para bater, mas fura feio. A estrela do goleiro Enyeama brilhou no ultimo minuto, quando Dzeko bateu com muito perigo e de perna esquerda, o goleiro defendeu, garantindo a vitória nigeriana.

VAVEL Logo