Ibrahimovic marca duas vezes, perde pênalti e PSG só empata na abertura da Ligue 1

Na partida que marcou a abertura da Ligue 1, Reims e Paris Saint-Germain se enfrentaram no estádio Stade Auguste Delaune II, na tarde desta sexta-feira (8). O duelo foi bem movimentada, e apesar das boas oportunidades de gol, o jogo terminou empatado em 2 a 2. Pelo lado dos parisienses, atuais campeões e favoritos ao título, o atacante Zlatan Ibrahimovic foi, como sempre, o destaque: marcou os dois gols da equipe.

Apesar disso, o sueco também ficou marcado de forma negativa. O camisa 10 desperdiçou um pênalti e ainda perdeu um gol sem goleiro. Após o PSG abrir o placar e perder a penalidade, os donos da casa viraram o jogo com gols marcados por Devaux e Oniangue. Depois, Ibra empatou o duelo. Na próxima rodada, o PSG enfrenta o Bastia em casa, no sábado (16). Já o Reims joga fora de casa contra o Saint-Étienne, no domingo (17).

Primeiro tempo movimentado no Auguste Delaune

A primeira etapa começou bem movimentada, com o PSG indo para cima da equipe da Champagne-Ardenne, mas perdendo várias oportunidades. Logo aos dois minutos, Digne encontrou Lucas na área, mas o brasileiro tentou o drible e perdeu a bola. Pouco depois, Ibrahimovic e Cavani puxaram o contra-ataque e o uruguaio bateu cruzado, para fora.

Os parisienses sufocavam o Reims no campo de defesa e, em um lance de marcação na saída de jogo, aos sete minutos, Pastore roubou a bola e achou Ibrahimovic dentro da área: o jogador só tocou na saída do goleiro Placide para abrir o placar.

O gol não acomodou os visitantes, que continuaram indo para cima. Lucas teve boa oportunidade, chegou a ficar cara a cara com Placide, o jogador tinha a opção de tocar para Ibrahimovic que estava livre, mas tentou o drible e perdeu a bola mais uma vez. Logo na sequência, aos 17 minutos, Verratti saiu frente a frente com o goleiro, tocou para Ibrahimovic, que, sem goleiro, acertou a trave. No minuto seguinte, Ibra é derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Placide defendeu o chute do sueco.

Mesmo jogando em casa, a equipe do Reims se mostrava assustada com o ritmo do PSG, mas, aos 22 minutos, o jogo começou a mudar. Aproveitando bola alçada na área, Oniangué, de canela, colocou a bola no fundo das redes, para empatar a partida em 1 a 1.

Após o gol dos donos da casa, a partida esfriou um pouco, e era tudo o que o Reims queria. Aos 34 minutos, Charbonnier, arrancou pela direita e tocou no meio da área para Devaux, que, com calma, tocou na saída de Sirigu para virar a partida, 2 a 1 Reims. A equipe to PSG ainda teve duas chances de igualar o marcador na primeira etapa: uma com Lucas, que chutou forte por cima do gol, e outra com Cavani, que aproveitou a bobeira do goleiro Placide, mas finalizou para fora.

PSG empata, mas não consegue a virada

Na volta a segunda etapa, as equipes voltaram com os mesmos jogadores. Os donos da casa, que estavam a frente no placar, se fecharam e esperavam um contra-ataque, enquanto o PSG girava a bola em busca de uma oportunidade. Aos 5 minutos, Digne cruzou na área para Cavani, que atacante tentou a finalização, mas Bourillon fez o corte, em lance duvidoso -- os visitanets pediram o toque de mão. Na seqüência, Diego Rigonato ganhou a dividida e mandou uma bomba para o gol, para boa defesa de Sirigu.

O susto acordou o PSG, que começou a esboçar uma pressão. Lucas cruzou na área e por muito pouco o uruguaio Cavani não empatou a partida. Aos 19 minutos, em lance inusitado, os parisienses chegaram ao empate. Ibrahimovic fez boa jogada pela ponta esquerda, e sem ângulo, tentou o cruzamento. A bola pegou um efeito e foi em direção ao gol: na tentativa de evitar o tento, o goleiro Placide espalmou a bola que ultrapassou a linha do gol. No rebate, Cavani estufou as redes, mas o segundo gol já havia sido anotado para Ibra.

Após o empate, os Parisenses foram em busca da virada. Aos 26 minutos, Pastore aproveitou o cruzamento e cabeceou firme, mas a bola foi para fora. O treinador Laurent Blanc tentou colocar a equipe para cima, fazendo algumas alterações. Mas nada que desse algum efeito. O PSG ficou com a bola, mas sem criar boas oportunidades. Apenas nos acréscimos, após bate rebate na área, Cavani desviou para o gol, mas a defesa tirou a bola em cima da linha, salvando o Reims e garantindo o empate em 2 a 2.

VAVEL Logo