Mourinho valoriza Chelsea após virada ante Leicester City: "Somos o que todos gostariam de ser"

Chelsea enfrentou o Leicester City nesta quarta-feira (29), por rodada atrasada da Premier League, e venceu de virada por 3 a 1. Albrighton abriu o placar para os donos da casa, mas Drogba, Terry e Ramires comandaram a virada do time londrino. Os Blues ficaram a uma vitória do título. José Mourinho aprovou o desempenho de sua equipe ao final da partida.

"A equipe mereceu os gols pelo que fez no segundo tempo e por causa do desempenho mais fluido da equipe. O gol de Drogba foi um 'ouro', mas também fez um ótimo trabalho jogando, de espírito de equipe e liderando o ataque. Tivemos ótimas atuações hoje, não apenas os jogadores experientes como: Cech, Terry e Drogba", disse o treinador.

Perguntado sobre o título que ficou mais próximo após a vitória, o técnico do Chelsea preferiu manter os pés no chão e deixar o oba-oba de lado: "O time está comemorando a vitória de hoje, não, o título. Ainda há trabalho à fazer. Os torcedores que irão ao Stamford Bridge no domingo, vão para apoiar a equipe para mais uma vitória e, não, comemorar o título antes da partida".

Mourinho foi criticado pela imprensa pelo estilo de jogo do Chelsea, pragmático e chamado de "chato" pela torcida do Arsenal, Mourinho alfinetou: "Não me interessa o que as outras pessoas dizem. Nós somos a equipe que todos gostariam de ser".

O Chelsea sofreu bastante com as lesões dos atacantes durante o mês de abril e o técnico português achou que os Blues tiveram boas atuações, enquanto Diego Costa e Remy estiveram de fora e ainda revelou o segredo do sucesso do time londrino.

"O desempenho da equipe em abril foi fenomenal. Especialmente, quando nossos atacantes estão fora por lesões. O segredo do nosso é: trabalhar duro, e deu certo", disse Mourinho.

Depois, ele foi perguntado se Diego Costa teria chance de jogar contra o Crystal Palace: "Existe a chance dele jogar domingo. Ele não participou nessa tarde porque não valeria a pena correr o risco."

VAVEL Logo