Com lesão no joelho, Coquelin desfalca Arsenal por dois meses; Ramsey retorna
Além da derrota, Arsenal terá que lidar com a perda de um dos seus mais importantes jogadores em 2015 (Foto: Press Association)

Foi confirmado nesta segunda (23) que Francis Coquelin estará fora de ação por pelo menos dois meses, após romper um ligamento do joelho, na derrota do Arsenal para o WBA no último sábado (21), no Hawthorns.

A lesão ocorreu quando Coquelin travou disputa no meio com Claudio Yacob aos 14 minutos de jogo. O volante francês perdeu o tempo do tackle e foi substituído por Arteta - que após fazer um gol contra também saiu do jogo no segundo tempo, também por problemas físicos (Mikel Arteta tem uma lesão muscular crônica que provavelmente o obrigará a encerrar a carreira, no máximo, ao final da temporada).

A confirmação da gravidade do quadro de Coquelin faz explodir, de novo, uma crise de lesões no Arsenal. Desde o dia 24 de outubro, Ramsey, Chamberlain, Walcott, Koscielny e Arteta se lesionaram e perderam ao menos uma partida. Koscielny voltou no compromisso seguinte e Arteta, entre idas e vindas, ficará mais algumas semanas no departamento médico, onde passou o último ano e meio. Além deles, Rosicky, Welbeck e Wilshere ainda não jogaram nessa temporada. Questionado sobre o substituto para Coquelin, Wenger citou suas opções para a vaga, além de não descartar a possibilidade de novas contratações.

"Nós temos Flamini para jogar ali e também o Chambers, que foi educado [nas categorias de base] como meia defensivo. Eu farei o que for preciso em Janeiro, mesmo sabendo que não é o mês ideal para o mercado de transferências", comentou.

A boa notícia para os gunners é que Aaron Ramsey, jogador que é vital para o time titular desde 2013, está de volta para o duelo decisivo desta terça (24) contra o Dinamo Zagreb.

"Agora temos Ramsey e para o final de semana teremos também Oxlade-Chamberlain [o Arsenal jogará fora de casa, contra o Norwich]. Depois disso, Walcott será o próximo a retornar [no dia 5 de Dezembro, quando o Arsenal receberá o Sunderland no Emirates Stadium]", disse o técnico francês.

Wenger espera que até metade de Janeiro, Wilshere, Welbeck e Rosicky também estejam à disposição.

VAVEL Logo