Correa decide, Atlético de Madrid vence Málaga e segue sonhando com título espanhol
Foto: Club Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid venceu o Málaga por 1 a 0, neste sábado (23), e segue na briga pelo título do Campeonato Espanhol 2015/16, que está vivendo sua 35ª rodada. Ángel Correa, que entrou na segunda etapa, foi o autor do gol que deu os três pontos aos colchoneros.

Após um primeiro tempo equilibrado e bastante brigado, Simeone foi expulso no último lance. Num contra ataque do Málaga, uma bola foi jogada dentro do campo e segundo o árbitro, Cholo Simeone foi quem jogou a outra bola dentro do campo e o expulsou. Nenhuma câmera da transmissão captou o momento.

Já na segunda etapa, Germán Burgos, auxiliar de Simeone, colocou Correa em campo. E em cinco minutos, o argentino já foi capaz de ser decisivo, marcando o gol da vitória. O camisa 16 do Atleti partiu da esquerda para o centro, cortando adversários e quando chegou de frente para a área, bateu. A bola desviou em Albentosa e morreu no fundo das redes.

Com a vitória, o Atlético se mantém na briga pelo título do Campeonato Espanhol e chega aos 82 pontos na competição. Agora, a equipe dá um tempo no Campeonato e foca na Uefa Champions League, onde na quarta-feira (27), recebe o Bayern de Munique. Já o Málaga, permanece na 10ª posição com 42 pontos. Só volta a campo na próxima segunda-feira (02), quando recebe o Levante.

Jogo disputado e Simeone expulso

A partida teve um início muito estudado. Ambas as equipes não conseguiam criar chances, sequer se aproximar do gol adversário. Foi só a partir da mudança tática promovida por Simeone que o jogo mudou. Logo antes dos 15 minutos, Simeone voltou ao 4-4-2, tirando Griezmann da ponta e fazendo o francês formar a dupla de ataque com Torres.

Aos 13 minutos, a primeira chance de gol apareceu. Duje Cop finalizou de fora da área, obrigando Oblak a espalmar para escanteio, efetuando a primeira defesa da partida. No lance seguinte, foi a vez de o Atlético responder. Koke avançou pela esquerda e cruzou para o interior da área. Lá estava Fernando Torres, que deixou a bola passar, sobrando assim para Griezmann. O francês, de frente para o gol, finalizou para fora.

Pouco tempo depois, o Atlético chegou mais uma vez. Dessa vez com Koke. Em uma falta lateral, bem longe da meta defendida por Ochoa, Koke tentou surpreender o goleiro mexicano, cobrando direto para o gol, porém, atento, Ochoa evitou o gol. Já aos 20 minutos, Charles fez Oblak trabalhar mais uma vez. Camacho cruzou e Charles desviou de cabeça, porém Oblak fez uma boa defesa, sem tanto esforço. A partir daí, o jogo ficou mais quente, entradas mais fortes e discussões mais acaloradas. Porém, pouco futebol. Só Carrasco, aos 42, tentou algo. Finalizou de fora, mas Ochoa evitou a abertura do placar. No último lance da primeira etapa, o técnico Cholo Simeone foi expulso. O árbitro Mateu Lahoz entendeu que uma bola arremessada no campo para evitar um contra ataque do Málaga partiu do treinador argentino e o retirou da partida.

Correa entra e decide

Sem Simeone no banco, o responsável por comandar o Atleti foi Germán “El Mono” Burgos, seu auxiliar. E da primeira alteração dele que a vitória colchonera veio. Aos 6 minutos da segunda etapa, Burgos tirou Carrasco e colocou Ángel Correa. Cinco minutos depois de sua entrada, Correa cortou para o meio, driblou parte da defesa do Málaga e finalizou. A bola ainda desviou em Albentosa antes de balançar a rede do adversário, tirando as chances de Ochoa efetuar alguma intervenção.

Mesmo com o gol, o Atlético ainda continuou por um tempo em cima do Málaga. Tanto que criou chances para ampliar. Primeiro com Saúl, aos 20 minutos. Ele bateu de fora da área, cruzado, mas a bola foi para fora, passando próximo ao gol de Ochoa. E a outra com Augusto Fernández, finalizando de fora após a sobra de uma cobrança de escanteio.

Já aos 32 minutos, Correa criou mais uma chance para matar a partida. O argentino passou por praticamente toda a defesa do Málaga, mas na hora de finalizar, pegou muito mal e isolou a bola. Já o final da partida, ainda houve tempo para o Málaga tentar empatar. Recio finalizou de fora da área, a bola se mexeu bastante no e quase enganou o goleiro Oblak, que soltou a bola, mas Filipe Luís apareceu para afastar.

VAVEL Logo