Alexis Sánchez festeja recorde pela Seleção Chilena: "Ainda não tenho dimensão do que atingi"

Nesta quinta-feira (22), o Chile enfrentou a Alemanha pela segunda rodada da Copa das Confederações e as duas equipes ficaram no empate por 1 a 1. O destaque da partida ficou por conta de Alexis Sánchez marcando o único gol do Chile na partida. O atacante superou o seu ídolo Marcelo Salas e se tornou o maior artilheiro da história da seleção, anotando 38 gols em 112 partidas com a camisa chilena.

Na entrevista coletiva de Alexis, o atacante chileno destacou que quer seguir aproveitando o seu momento e ainda não tem noção do feito que atingiu. Alexis também agradeceu seus companheiros de equipe que ajudaram para este recorde.

“Fiquei muito feliz de marcar, contente pela equipe, que se entregou muito. Do lado pessoal, estou feliz por este gol histórico. Ainda não tenho dimensão do feito que atingi. Creio que isso é algo que só vou me dar conta quando for mais velho, é algo incrível. Por agora eu só quero continuar aproveitando o quão lindo é o futebol”, comentou Sánchez.

Deixando a sua marca histórica um pouco de lado e falando sobre a partida, Alexis lamentou que a sua equipe não conseguiu liquidar a partida, mas afirmou que foi um jogo bastante equilibrado.

“Enfrentamos um rival muito difícil. Podíamos ter liquidado o jogo no primeiro tempo. No geral foi uma partida muito equilibrada e desgastante. Creio que fizemos uma grande partida e um primeiro tempo de muita intensidade, que é o que temos mostrado há algum tempo. Temos que continuar assim”, analisou o atacante.

Encerrando sua entrevista, Alexis falou sobre a importância da intensidade que a equipe chilena demonstra e também falou sobre a última rodada da fase de grupos, aonde o Chile enfrenta a Austrália.

“Queremos continuar com a mesma intensidade diante da Austrália. Hoje jogamos de uma maneira muito boa, mas não conseguimos a vitória. Porém ainda tem muito campeonato”, destacou Sánchez finalizando a entrevista.

Alexis Sánchez que vem sendo um dos principais jogadores do Chile nos últimos anos, foi campeão da Copa América 2015 e da Copa América Centenário em 2016, inclusive sendo o melhor jogador da competição. Além dos 38 gols, o atacante também se encontra no topo da lista de jogadores que mais vezes vestiu a camisa do Chile, somando agora 112 partidas pela seleção, mesmo número de partidas que o goleiro Bravo.

VAVEL Logo