Hoffenheim perde pênalti, Liverpool vence e leva vantagem para jogo de volta
Milner reclama segundo gol, mas juiz acabou dando-o contra (Foto: Dan Roland / AFP)

A estreia em competições continentais do Hoffenheim não aconteceu com o pé direito. Na tarde desta terça-feira (15), os alemães receberam o Liverpool pela partida de ida dos playoffs da Uefa Champions League 2017/18 e viram os Reds venceram por 2 a 1, com gols de Alexander-Arnold e Nordtveit em gol contra para os visitantes e Uth para os donos da casa, um em cada tempo e que dá uma vantagem confortável para os ingleses no jogo de volta. 

Agora, para que o Hoffenheim avance, precisará vencer por um gol ou mais de diferença desde que marque três ou mais vezes - 1 a 0 classifica Liverpool por gol fora e 2 a 1 vai à prorrogação. Os Reds passam de fase se venceram ou empatarem. Têm o luxo de avançar perdendo por 1 a 0, também. 

O Hoffe fará sua estreia na Bundesliga neste sábado (19), contra o Werder Bremem às 10h30 pelo horário de Brasília. Os Reds vão para a segunda rodada da Premier League, onde receberão o Crystal Palace, no mesmo dia, mas meia hora depois do apito inicial na Alemanha. As equipes voltam a se enfrentar, agora pela volta, em Anfield Road, daqui oito dias - mais precisamente na quarta-feira da semana que vem (23). 

Quem não faz, leva: Kramaric perdeu pênalti e Liverpool abriu placar no primeiro tempo

Donos da casa, o Hoffenheim começou mais em cima que o adversário, tendo a bola no ataque mais que o Liverpool e chegando cada vez mais no campo ofensivo, tentando criar chances perigosas de gol. Contudo, foram os Reds que chegaram com um certo perigo primeiro, com Mané, aos oito minutos quando o atleta fez boa jogada individual pela direita e tentou o toque para o gol, mesmo que sem ângulo, mas o goleiro fez a defesa.

Dois minutos depois, Gnabry, porém, recebeu a bola pela direita do ataque alemão e tentou passar pelo marcador, não conseguindo por ser derrubado. O juiz acabou vendo o lance graças ao assistente da linha de fundo e marcou a penalidade máxima. Na cobrança, contudo, Kramaric foi para a cobrança, mas mandou nas mãos de Mignolet, que performou a defesa no que seria o primeiro gol da história do time alemão em torneios continentais. 

Quatro minutos mais tarde, Salah teve meio campo para caminhar sozinho com a bola para o gol, mas a pressão que vinha da marcação nas costas, acabou levando ao egípcio que chutasse com o pé fraco e com ele próximo à bola, mandando para fora. Após os acontecimentos citados, o jogo acabou tomando um ar mais morno, tático, com os times apresentando posturas mais cautelosas sobre ir diretamente ao ataque. 

Quando o relógio foi se aproximando dos 35 minutos, o Liverpool teve uma falta frontal para cobrar. Alexander-Arnold mostrou personalidade e participou da conversa para a cobrança. Ele acabou batendo, com maestria, e abriu o placar na Alemanha para os visitantes. O Hoffenheim, naturalmente, acabou indo mais ao ataque após o gol, tendo uma tentativa já próximo dos acréscimos, mas sem sucesso, embora tenha chegado bem próximo da igualdade aos 43. Os Reds, por sua vez, ficaram com o contra-ataque a favor. 

Garoto Arnold acertou bela cobrança de falta para abrir o placar (Foto: John Powell / Liverpool FC via Getty Images)
Garoto Arnold acertou bela cobrança de falta para abrir o placar (Foto: John Powell / Liverpool FC via Getty Images)

Liverpool marca mais um, mas Hoffenheim diminui no fim

Os visitantes já começaram em cima, com Mané fazendo nova jogada pela esquerda, levando sobre a marcação e tocando para o centro da área. Dessa vez, Firmino foi quem chutou e acabou sendo defendido pelo goleiro. Na sequência, a bola saiu em escanteio. A partida, desde então, passou a ser o que foi em parte do primeiro tempo: com o Hoffenheim tentando chegar no gol de igualdade, mas tendo um pouco mais de paciência do que a situação exige, tentando evitar algo pior. 

Quando o tempo marcava 25 minutos, Salah recebeu boa bola em profundidade pela direita e arriscou de pé direito novamente, mas acabou pegando de uma maneira que não gostaria e o goleiro acabou fazendo a defesa para escanteio. Cinco minutos depois, Milner recebeu bola pela esquerda, ajeitou para o pé direito e tentou cruzamento para Salah, que chegava no segundo poste. A bola, porém, desviou levemente em Nordtveit e acabou matando Baumann, ampliando a vantagem dos ingleses. 

Mané ainda teve uma chance de ampliar o placar, mas acabou errando o alvo quando o relógio se aproximava do fim em jogada de contra-ataque. Com 42 minutos, Uth recebeu belo cruzamento na esquerda, dominou e chutou, cruzado e com força para vencer Mignolet e diminuir a vantagem do adversário. Hübner quase empatou nos acréscimos em cabeçada vindo de bola parada, mas mandou por cima do travessão. 

Uth ainda diminuiu para o Hoffenheim, mas a igualdade não aconteceu (Foto: Alex Grimm / Bongaerts via Getty Images)
Uth ainda diminuiu para o Hoffenheim, mas a igualdade não aconteceu (Foto: Alex Grimm / Bongarts via Getty Images)
VAVEL Logo