River Plate empata com Chacarita e segue em situação incômoda no Campeonato Argentino

Após empatar com o Flamengo em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Taça Libertadores, o River Plate retornou ao gramado do Estádio Monumental de Nuñez neste domingo (4), pela 18ª da Superliga Argentina, mas também não conseguiu um resultado expressivo contra o Chacarita Juniors, já que o duelo terminou em 1 a 1. Ignacio Scocco marcou o gol para os Millonarios e Nahuel Menendez balançou as redes para os visitantes.

Sofrendo com um certo tipo de pressão por conta de resultados ruins, o River Plate começou ativo no campo de ataque desde os primeiros minutos, tentando pressionar o Chacarita de qualquer forma, mas sempre parando em alguma intervenção do goleiro Fernández. Uma das melhores chances foi quando De La Cruz fez boa jogada pelo lado direito e cruzou para Pratto, que se adiantou ao zagueiro, conseguiu cabecear, mas viu a bola passar perto da trave.

Após tanto atacar, o River Plate foi ‘recompensado’. Aos 40 minutos, De La Cruz puxou ataque em alta velocidade, conseguiu percorrer o campo inteiro e foi parado apenas com um puxão de camisa de Petrik Vidal dentro da área. Na cobrança de pênalti, Ignacio Scocco bateu muito forte, com precisão e abriu o placar da partida.

Quando as coisas pareciam ficar boas para o River, já que a tendência, pelo o que a partida apresentava, era a equipe de Marcelo Gallardo aumentar o marcador, o Chacarita conseguiu empatar a partida: quatro minutos após o gol de Scocco, Rosso tocou para Petrik, o autor do pênalti, e ele, da entrada da área, conseguiu desmontar a defesa do River com um passe de letra, encontrando Nahuel Menendez livre de marcação, que avançou e contou com uma ajuda do goleiro Franco Armani para empatar.

O segundo tempo trouxe um cenário que não foi possível enxergar na primeira etapa: o Chacarita estar mais ativo que River na parte ofensiva. Pelo menos nos dez primeiros minutos, isso aconteceu: aos seis, a equipe visitante criou uma bela jogada pelo lado direito, quando Menendez tocou para Mellardo, que encontrou Petrik, que chegou como elemento surpresa. O lateral-direito avançou e cruzou rasteiro para Matias Rodriguez, que, mesmo com o gol escancarado na sua frente, conseguiu chutar para cima da meta.

(Foto: Amilcar Orfali/Getty Images)

No decorrer desse lance, porém, a partida se tornou totalmente do River Plate, que pressionou de todas as maneiras que conseguia, já que o Chacarita se focou apenas em defender. A melhor chance da equipe local ocorreu aos 28 minutos, quando Quintero achou Ignacio Fernandez, que dominou de letra, virou o corpo, finalizou colocado e acertou o travessão. Apesar da enorme pressão, os Millonarios não conseguiram desempatar a partida e o Chacarita deixou o Monumental de Nuñez com um ponto.

Com esse resultado, o River Plate continua colecionando resultados ruins no Campeonato Argentino, já que essa representou a quarta rodada da equipe sem vencer. Com isso, a equipe de Marcello Gallardo permanece na 21ª colocação, com 20 pontos somados. A equipe volta aos gramados no próximo sábado (10), para enfrentar o Patronato, 15º colocado, no Presbítero Bartolomé Grella.  

Esse ponto, por outro lado, pode ser muito valioso para o Chacarita, que voltou a pontuar após três derrotas seguidas. Apesar disso, a campanha da equipe continua bem ruim, já que o time da Villa Maipú se encontra na 26ª posição, com apenas 13 pontos somados. Na próxima rodada, também no sábado (10), o duelo será contra o Racing, no Presidente Perón. 

VAVEL Logo