Marcelo Gallardo, o deus recente na história do River Plate
Foto: Reprodução/Conmebol

Marcelo Daniel Gallardo. Esse nome e sobrenome pertence ao homem responsável pela virada do River Plate sobre o Boca Juniors na história da Copa Libertadores. Se antes a superioridade nos Superclássicos era pintada de azul e amarelo, depois de Gallardo o maior embate sul-americano agora tem as tintas vermelha e branca.

A última quarta-feira (22) foi especial para o atual comandante millonario. Campeão da Libertadores pelo mesmo River em 1996, atuando como meio-campista, Gallardo completou a trinca contra os xeneizes na maior competição da América do Sul. As classificações nas oitavas de 2015, na final de 2018 e agora nas semis de 2019 dão ao CARP (Clube Atlético River Plate) a vantagem de 3 a 2 em duelos de mata-mata pela principal competição continental.

LEIA MAIS: River perde para o Boca, mas vai à final da Libertadores

Em cinco temporadas, o River virou o jogo histórico sobre o Boca, que havia se passado à frente nas quartas de 2000 e nas semis de 2004. O time xeneize chegou ao hexacampeonato da Libertadores em 2007, contra um mero bi do River Plate. Mas Gallardo vem encurtando essa distância ao conquistar as edições de 2015 e 2018. Com ele, os Millonarios agora têm quatro, diante dos mesmos seis do Boca.

Mesmo sem alcançar a quantidade de títulos do rival por agora, os torcedores do CARP podem se orgulhar ao ostentar a vitória na única final disputada entre os dois times, feito em 2018. Menos de um ano depois, Gallardo também eliminou o Boca dentro da própria La Bombonera, banhando à ouro a superioridade em mata-matas de Libertadores no Superclássico.

Arte: Reprodução/Emilio Sansolini
Arte: Reprodução/Emilio Sansolini

O nome Marcelo Daniel Gallardo personifica o sucesso atual do River Plate. Tornou-se um ídolo que fez do CARP o maior vencedor da América nesta década e, como a cereja do bolo, reescreveu a história de uma rivalidade que transcende o futebol.

Campeão em 1986, 1996, 2015 e 2018, o enorme River chega à sétima final de sua história, desta vez contra Flamengo ou Grêmio. E o pentacampeonato está no foco. Tendo a firmeza e segurança que Marcelo Gallardo demonstra no banco de reservas, o dono do boné millonario já está com sua santidade futebolística fincada nos registros do River na humanidade.

MEDIA: 5VOTES: 2
VAVEL Logo