Com Neymar liberado, PSG disputa Le Classique contra Olympique de Marseille
Parc des Princes, que sediará o jogo (PSG/Divulgação)

O grande clássico de um país é esperado com ansiedade pelas torcidas envolvidos. Na França, a Ligue 1 (Campeonato Francês) 2020/2021 terá Le Classique logo na terceira rodada - sendo a segunda partida dos dois clubes envolvidos no certame.

Por conta de compromissos continentais adiados por conta da pandemia do coronavírus, o Paris Saint-Germain enfrenta o Olympique de Marseille neste domingo (13), às 16h (Horário de Brasília) no Parc des Princes. As equipes começam o certame ainda na parte de baixo da tabela.

Ainda de ressaca

O vice-campeonato da UEFA Champions League segue ressoando no Paris Saint-Germain. Tanto que a equipe, na estreia da Ligue 1, perdeu para o recém-promovido Lens - com a equipe muito mexida por conta de um surto de coronavírus na equipe.

A equipe, pouco a pouco, volta a ter os atletas que tiveram coronavírus. Keylor Navas, Ángel Di Maria, Leandro Paredes e Neymar estarão à disposição de Thomas Tuchel. Alessandro Florenzi, que jogou pela Itália na Data Fifa, é dúvida. Marquinhos, Mauri Icardi e Kylian Mbappé não jogarão.

Thomas Tuchel, técnico da equipe, falou sobre o clima para o grande clássico do clube. "Para mim, é um dos jogos mais importantes da temporada. O que eu mais me preocupo, de qualquer maneira. O clássico é sempre especial. O ambiente também, embora seja um pouco mais complicado este ano. Não precisamos de nada para estarmos motivados contra o OM. Sabemos a importância deste jogo. Estaremos prontos. E espero que eles também sejam" provocou o treinador.

Provável escalação: Rico; Bernat, Kehrer, Kimpembe e Dagba; A. Herrera, Gueye e Verratti; Di María (Sarabia), Neymar e Kalimuendo. Técnico: Thomas Tuchel

Buscando a estabilidade

Ao contrário do grande rival, o Olympique Marseille começou bem a temporada. Na estreia no certame, o OM venceu o Brest, fora de casa, por 3 a 2. Por só ter feito um jogo (enquanto boa parte dos demais clubes já fizeram dois ou três), a equipe aparece "apenas" na décima primeira colocação.

O Olympique terá duas baixas para o clássico. Morgan Sanson e Bouna Sarr, contundidos, não jogarão.

Sobre o rival, André Villas-Boas, técnico da equipe, falou sobre o momento parisiense - e os focos de coronavírus: "A única coisa que fica clara é que não serão 100%. Mas depois da derrota, eles vão voltar fortes. Mbappé está fora, depois dos outros que não conheço. Francamente, com o protocolo, não está claro quem vai jogar ou não. Acredita-se que Neymar e Di Maria vão jogar, por exemplo. Em comparação com a experiência que tivemos aqui no OM, sim, pode ser difícil para os jogadores do PSG que estão voltando ao nível físico", destacou.

Provável escalação: Mandanda; Sakai, Caleta-Car, Balerdi e Amavi; Kamara, Rongier e Sanson; Thauvin, Payet e Benedetto. Técnico: André Villas-Boas

VAVEL Logo