Substituições
de Lampard surtem efeito e Chelsea goleia Krasnodar
Foto: Divulgação/Chelsea

Em confronto inédito da história entre as duas equipes, Krasnodar e Chelsea se enfrentaram nesta quarta-feira (28), no Estádio Krasnodar, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo E da Uefa Champions League. Com gols de Hudson-Odoi, Timo Werner, Ziyech e Pulisic, os Blues golearam por 4 a 0.

Distribuição tática

O técnico Murad Musaev optou por escalar o Krasnodar no 4-2-3-1: Safonov no gol, Martynovich e Pantalean na defesa, Smolnikov e Chernov nas laterais. No meio, Gazinskiy e Tonny Vilhena auxiliaram na marcação, enquanto Olsson, Utkin e Cristian Ramírez fizeram a ligação ao ataque com Berg.

O treinador Frank Lampard, por sua vez, optou pelo 4-3-3, com o novato Mendy debaixo das traves, Zouma e Rüdiger na defesa, Azpilicueta e Chilwell nas laterais. Kovacic, Jorginho e Havertz movimentaram o meio-campo, enquanto Ziyech, Werner e Hudson-Odoi formaram o trio no ataque.

Chelsea domina na posse de bola, mas somente goleia no momento final da partida

O Chelsea, tanto na primeira etapa quanto em parte do segundo tempo, teve total controle da posse de bola, mas sem ser realmente efetivo no ataque. Em relação às expectativas, os ingleses decepcionaram no desempenho, pois esperava-se um time ofensivo e que ia dar calor ao adversário, o que não aconteceu antes das substituições.

Os Blues tinham apenas um gol no placar, marcado por Hudson-Odoi aos 37, no momento que antecedeu às substituições na etapa final. O volante Jorginho, inclusive, aos 14, perdeu pênalti ao carimbar a bola na trave.

Insatisfeito com o que a equipe vinha mostrando, o técnico Frank Lampard promoveu as entradas de Kanté, Pulisic e Mount para as saídas de Jorginho, Kovacic e Hudson-Odoi na partida e o Chelsea se renovou em campo, além de notória mudança na postura para aumentar o marcador.

Como resultado, o clube inglês achou o caminho dos gols e ampliou com Werner aos 76, de pênalti, Ziyech aos 79 e Pulisic aos 90. O jogador norte-americano mostrou serviço com apenas alguns minutos em campo e foi o responsável por comandar a goleada dos Blues.

Estatísticas

Mesmo jogando fora de casa, o Chelsea mostrou toda sua superioridade ao registrar 71% de posse de bola, 15 finalizações (sete no alvo, três para fora e cinco travadas) e 686 passes (603 certos). O Krasnodar teve somente 29% de posse, 13 finalizações (quatro no alvo, seis para fora e três travadas) e 273 passes (194 certos).

Classificação e próximos compromissos

Com o resultado, o Chelsea se isola na liderança do Grupo E, com quatro pontos, enquanto o Krasnodar ocupa a lanterna, com um ponto. Na próxima rodada, os jogos serão na quarta-feira (4) e às 17h; os russos visitam o Sevilla e os ingleses recebem o Rennes.

Em seus respectivos campeonatos nacionais, o Chelsea irá encarar o Burnley no sábado (31), fora de casa, às 12h, e o Krasnodar, por sua vez, jogará no mesmo dia, mas às 10h30 diante do Akhmat, também longe de seus domínios.

VAVEL Logo