Com um a menos, reservas do Atlético-MG perdem para a Caldense
Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press

Após uma longa invencibilidade, o Atlético-MG perdeu de virada para a Caldense em Poços de Caldas. Num jogo em que o técnico Cuca optou por poupar todos os titulares, o Atlético perdeu Carlos César expulso ainda no primeiro tempo, mas ainda assim conseguiu abrir o placar com Guilherme em cobrança de pênalti. No segundo tempo, a Caldense foi muito superior e com gols de Nena e Chimba conseguiu virar o placar. A derrota deu fim a uma sequência de 14 vitórias seguidas do Galo em 2013. A Caldense ainda qubrou outro tabu, há 55 jogos o Galo não perdia para times do interior.

Em primeiro tempo truncado, Galo tem jogador expulso, mas abre o placar de pênalti no final

O primeiro tempo foi marcado por muitas faltas e cartões. Jogando com o time totalmente reserva, o Atlético-MG sofria com a falta de entrosamento, tinha dificuldades para criar a jogadas, mas mesmo assim foi o time que chegou mais perto do gol, em cruzamento de Guilherme para Alecsandro que mandou na trave.

Jogando com muita vontade e ainda acreditando em uma vaga no G-4, a Caldense marcava com vigor e apresentava boas saídas em velocidade. O cenário melhorou teoricamente para a Veterana, quando Carlos César cometeu falta dura em Rossini, tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mas mesmo com a expulsão, o Galo conseguiu se recompor e até melhorou na marcação, inibindo as saídas em velocidade da Caldense. Nos últimos minutos de jogo, Guilherme foi puxado na área em lance de escanteio e o árbitro apontou para a marca de cal, apontando penalidade máxima. O mesmo Guilherme bateu com perfeição e abriu o placar para o Galo.

Superior no segundo tempo, Caldense vira pra cima do Galo

Na segunda etapa a Caldense voltou disposta a aproveitar a superioridade numérica em campo. O Atlético até chegou perto do gol com Guilherme após Araújo, mas a partir daí a Caldense melhorou no jogo, foi superior taticamente e acuou o Galo em seu campo de defesa. O gol de empate saiu com Nena, que aproveitou erro de Giovanni e subiu de cabeça para balançar as redes e igualar o placar.

Animada com o empate a Caldense continuou jogando bem, anulando as jogadas do Galo e conseguindo criar boas jogadas em velocidade. Chimba, também de cabeça, aproveitou bom cruzamento e virou o jogo para a Veterana. Após a virada da Caldense, o Galo tentou pressionar no fim do jogo, mas só conseguiu levar real perigo em um lance, com Alecsandro que encheu o pé após ótimo passe de Guilherme, mas Glaysson fez ótima defesa e garantiu a vitória para a Caldense.

Próximos confrontos de Galo e Caldense

Após a derrota em Poços de Caldas, o Atlético-MG volta seu foco a Copa Libertadores para enfrentar o São Paulo no Morumbi na quarta-feira (17). A Caldense joga contra o América de Teófilo Otoni no próximo domingo (21), ainda com chances de se classificar para a semi-final do Campeonato Mineiro.

VAVEL Logo