Botafogo busca retorno à Copa Libertadores após 17 anos
Seedorf é o grande destaque do time e vai comandar a jovem equipe no Campeonato Brasileiro (Arte: Walter Paneque/VAVELcom)

Nome: Botafogo de Futebol e Regatas

Ano de fundação: 12/08/1904
Mascote: Manequinho e Biriba & Biruta.
Títulos: Copa Conmebol (1993), Campeonato Brasileiro (1968, 1995), Torneio Rio-São Paulo (1962, 1964, 1966, 1998), Campeonato Carioca (20 vezes).
Campanha em 2012: 7º lugar
Expectativa: vaga na Libertadores.
Seedorf não salva campanha mediana
Com a chegada de Seedorf na temporada passada, a equipe ganhou novo ânimo na competição, e brigou até as últimas rodadas por uma vaga na Libertadores, mas a sequência de três derrotas, para Bahia, Fluminense e Santos vez com que o time se distanciasse dos rivais na classificação. A surpresa foi Bruno Mendes, que chegou já na parte final da competição, em oito jogos o atacante que ex-Guarani marcou seis gols e deu três assistências, virando xodó da torcida. Seedorf teve grandes atuações individuais. Dória apareceu também no final da temporada, ganhando a vaga de titular e mostrando serviço. Elkeson, vendido para a China, foi o artilheiro do time no campeonato, com 11 gols.
Campeão estadual com campanha impecável
Campeão Carioca de 2013, o Botafogo perdeu apenas um jogo na competição, derrota por 1 a 0 para o Flamengo. Na Taça Rio, 100% de aproveitamento, nove jogos e nove vitórias. Lodeiro foi o goleador da equipe, seguido por Seedorf e Vitinho. O holandês ganhou o prêmio de melhor jogador da competição, já Vitinho foi a revelação do campeonato. As melhores atuações no estadual foram depois do fechamento do Engenhão, o alvinegro se deu muito bem jogando em Bangu (Moça Bonita) e em Volta Redonda (Raulino de Oliveira). O 3 a 0 contra o rival Vasco e o 5 a 0 contra o Resende na semifinal da Taça Rio foram os melhores jogos do alvinegro na competição.
Elenco mantido para uma temporada promissora
A perspectiva para a equipe é boa, são três meses de invencibilidade na temporada e um ótimo futebol sendo apresentado. O time mudou um pouco da temporada passada pra essa, na zaga, Fábio Ferreira foi para o Cricíuma e Dória é o titular, Márcio Azevedo foi vendido e Júlio César assumiu a lateral esquerda, Renato perdeu a posição de titular para Gabriel, Elkeson vendido e Bruno Mendes reserva, deram lugar a Rafael Marques nos onze inicial. Andrezinho por lesão saiu da equipe titular. Nos últimos três campeonatos o Botafogo terminou entre a sexta e nona colocação, a expectativa para esse ano é brigar pelo G-4 e conquistar uma vaga na Libertadores.
Velocidade característica de uma equipe ofensiva
Oswaldo de Oliveira arma o time sempre no 4-2-3-1, com Seedorf e Lodeiro mais ofensivos e Fellype Gabriel tendo função tática específica. Gabriel é o 'motor' da equipe, por isso se encaixou tão bem no esquema, cobre os laterais e aparece na frente para ser opção ofensiva. Bolívar e Dória jogaram bem juntos e colocaram Antônio Carlos na reserva, Lucas e Júlio César são boas opções ofensivamente, mas passam alguns sustos na retaguarda. Rafael Marques, muito contestado durante o tempo que está no clube, fez gols importantes no Carioca e ganhou parte da torcida alvinegra. Elias, Bruno Mendes, Henrique e Vitinho brigam por essa única vaga no ataque, que é a posição em aberto na equipe titular.
Mescla entre experiência e juventude dita o tom do elenco
O elenco é carente em algumas posições, mas principalmente em qualidade. Renan e Jefferson são os goleiros, Lucas e Edílson na lateral direita, o segundo veio do Grêmio e não agradou os torcedores nos jogos que disputou. Júlio César e Lima atuam na lateral esquerda, quase um revezamento, porque a condição física do titular não é das melhores. Dória, Bolívar, Antônio Carlos e André Bahia correspondem na zaga. Marcelo Mattos, Gabriel, Renato, Jádson e Lucas Zen, maioria garotos da base vem jogando bem. Seedorf, Fellype Gabriel e Lodeiro são titulares absolutos, Andrezinho e a garotada (Cidinho, Gege, Jeferson etc) ficam na reserva. No ataque são muitas opções, Rafael Marques, Bruno Mendes, Henrique, Vitinho e Elias, mas nenhum agrada e corresponde totalmente.
VAVEL Logo