Recém-promovido à Série A-1 paulista, Audax é vendido para o Grêmio Osasco, que compra vaga na elite
Grêmio Osasco (de uniforme branco), com apenas cinco anos de existência, será debutante na Série A-1 do Campeonato Paulista (Foto: Luís Pires - Varinha/Grêmio Osasco)

O Audax São Paulo foi um dos times promovidos para a Série A-1 do Campeonato Paulista de 2014, ao lado de Portuguesa (que foi a campeã da A-2), Rio Claro (vice-campeã) e do Comercial de Ribeirão Preto. Porém, nos últimos meses o clube, que pertencia ao Grupo Pão de Açúcar - do empresário Abílio Diniz, que acabou saindo da presidência do grupo francês Casino, controlador do PDA -, esteve em situação financeira complicada, já que alguns acionistas do Casino desistiram de investir, e, com isso, foi posto à venda. Na noite da última segunda-feira (16), a equipe foi oficialmente vendida para o Grêmio Osasco, que disputava a A-2 estadual junto com o próprio Audax. Os valores da negociação não foram revelados.

Audax São Paulo tinha conquistado o acesso para a elite do futebol paulista (Foto: Divulgação/Audax São Paulo)

“Vamos investir e competir de igual para igual com os outros clubes. Será o nosso primeiro ano na elite e não vamos decepcionar”, exaltou o presidente do Osasco, Lindenberg Pessoa. Com o feito, o time terá que se mexer rapidamente para atender as exigências da Federação Paulista de Futebol (FPF) para a disputa da elite paulista. O Estádio Professor José Liberatti terá que ser reformado e deve contar com iluminação própria. Atualmente, com capacidade para cerca de 12 mil pessoas nas arquibancadas, o local também não possui refletores. O Grêmio Osasco atua na luz do dia devido a esse problema. As melhorias, de acordo com o clube, serão feitas pela prefeitura de Osasco.

A compra do Audax também vale para a filial do time, que fica no Rio de Janeiro, e que também disputa a primeira divisão carioca. Neste ano, a equipe revelou Hyuri, um dos destaques recentes do Botafogo no Campeonato Brasileiro, e Vitinho, que foi para o CSKA (RUS), e contou com atletas também experientes, como o zagueiro Fabiano Eller, ex-Internacional e campeão mundial interclubes. Na matriz paulista, revelou Paulinho, com passagem de destaque pelo Corinthians e hoje no Tottenham (ING), e conta no atual elenco com o zagueiro Thiago Martinelli (ex-São Caetano e Cruzeiro) e o volante Francis (revelado pelo Palmeiras).

Volante Paulinho jogou no Audax entre 2004 e 2009, e depois de boa passagem pelo Bragantino, brilhou com a camisa do Corinthians (Arte: Divulgação/Audax São Paulo)

Com a aquisição, o novo nome da equipe será Grêmio Osasco Audax, em São Paulo. No Rio, a nova nomenclatura ainda não definida, podendo até ser mantida. O clube da Região Metropolitana de São Paulo tem apenas cinco anos de existência e recemtemente firmou uma parceria com o Sporting Braga (POR), para intercâmbio de jogadores entre as partes. O time também atualmente joga a Copa Paulista e se classificou para a segunda fase do torneio. Um dos dirigentes do Osasco é o ex-jogador Vampeta.

“Nós estávamos nos preparando para a Série A-2 do Campeonato Paulista e agora vamos jogar a A-1. É um sonho que está sendo realizado”, deslumbrou o técnico Serginho, que já teve passagem pelo Audax, chamado de Pão de Açúcar Esporte Clube, ou Paec, até julho de 2011. “Queremos nos manter na elite e disputar a Série D do Brasileiro”, projetou o treinador.

VAVEL Logo