Em noite inspirada de Marcelo Moreno, Cruzeiro derrota Boa Esporte e aumenta vantagem na liderança

Boa Esporte e Cruzeiro fizeram um jogo movimentado, na tarde deste sábado, no Estádio Municipal de Varginha. Os dois times mostravam muita disposição e, sobretudo, emoção. Quem se deu melhor foi o time celeste, que venceu por 3 a 1 e disparou na liderança do estadual, com 17 pontos. O Boa, que tem um jogo a menos, fica com 13. Os dois gols da vitória foram marcados por Marcelo Moreno e Júlio Baptista; Bruno Aquino descontou para o Boa Esporte.

A Raposa joga agora foca no jogo pela Taça Libertadores. O confronto é contra o Universidad de Chile, às 17h30m, desta terça-feira, no Mineirão.

Jogo começa movimentado; e o primeiro tempo acaba com igualdade no placar

Boa e Cruzeiro começaram o jogo impondo seus ritmos. Não era pra menos. Afinal o jogo valia a liderança do estadual. O time de Varginha queria vencer para reassumir a liderança do Mineiro, enquanto os jogadores do time B do Cruzeiro procuravam chamar a atenção do técnico Marcelo Oliveira para conseguir uma vaga entre os titulares. O resultado foi uma partida muito movimentada.

O Boa Esporte não se intimidou e partiu pra cima, concentrando as jogadas pela direita, com o lateral Edmar e o veterano meia Francismar sendo responsáveis pelos principais lances. O Cruzeiro também não abria mão de atacar, tendo nos meias Marlone e Élber como os jogadores de maior destaque.

A intensa movimentação dos dois times, e a superioridade do Cruzeiro,  resultou em gol. Aos 28 minutos, Henrique deu um lindo passe para Marcelo Moreno, que entrou na área e teve tranquilidade para driblar o goleiro e abrir o placar.

O time da casa não se intimidou com o gol sofrido e 10 minutos depois deixou o placar tudo igual.

O lateral Edmar tocou para Bruno Aquino. O atacante teve tranquilidade para bater na saída de Fábio e deixar tudo igual.

Marcelo Moreno desencanta e dá vitória ao Cruzeiro

O Cruzeiro voltou quente do intervalo. Tanto que nos 10 primeiros minutos, já tinha criado quatro boas chances de gol, com Élber, Marcelo Moreno, Marlone e Souza. A pressão era tanta que o Boa Esporte não conseguia sair para o ataque, ficando recuado em seu campo de defesa. O primeiro lance de perigo do time de Varginha só saiu aos 18 minutos, com um chute de Betinho de fora da área.

A superioridade cruzeirense em campo acabou sendo premiada com o gol. Aos 20 minutos, Élber e Mayke tabelaram pela direita. Mayke teve muito talento para rolar a bola para Marcelo Moreno marcar o segundo do Cruzeiro na partida.

Atrás no placar novamente, o Boa tentou se recuperar do domínio sofrido, mas não conseguiu. O Cruzeiro controlava o jogo. E aos 46 minutos, Júlio Baptista, de cabeça, definiu o placar.

VAVEL Logo