Pré-jogo: Botafogo enfrenta Bahia para continuar tranquilo na liderança da Série B
(Foto; Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em relação à tabela de classificação, as equipes mostram que estão em um bom momento. O desempenho após quase seis meses de disputa comprova que os objetivos iniciais são alcançados. Rebaixados na Série A do ano passado, Botafogo e Bahia tinham para 2015 a missão de retornar à elite do futebol brasileiro e alegrar as duas grandes massas, compostas pelos fiéis adeptos às esquadras.

Atualmente, ambos estão no G-4. O Glorioso ocupa a liderança, com 62 pontos, e precisa da vitória para continuar com muita tranquilidade no topo da tabela. Por outro lado, o Esquadrão de Aço ocupa o quarto lugar, com 54 pontos, e quer conquistar um triunfo fora de casa para evitar aproximação dos principais concorrentes e manter viva a possibilidade de retornar à Série A.

Com esses panoramas, as equipes entram em campo e se enfrentam neste sábado (31), às 17h10 (horário brasileiro de verão). O jogo será realizado no Estádio Olímpico Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro, em confronto válido pela rodada 33 do Campeonato Brasileiro da Série B.

Botafogo prevê jogo difícil e não revela escalação inicial

Tranquilidade. Após um 2014 turbulento e cheio de problemas financeiros e administrativos, o Botafogo foi rebaixado novamente à Série B do Brasileiro e precisa se reerguer em campo para tentar voltar aos tempos de glórias. Depois de perder o título do Campeonato Carioca e iniciar a competição nacional debaixo de muita desconfiança, o time teve leves oscilações, mas se manteve nas primeiras posições, até conquistar a liderança nas últimas rodadas e comprovar favoritismo apontado antes do certame começar, por causa de sua história e tradição.

No entanto, os componentes que engrandecem a equipe carioca não entram em campo e o campeonato não está acabado. Por isso, para evitar sustos desnecessários, a equipe de General Severiano mantém os pés no chão para voltar naturalmente, com méritos, à Série A em 2016.

Para o confronto diante do Bahia, o técnico Ricardo Gomes não revelou a equipe que pretende escalar, mas deixou claro que existem dúvidas. Thiago Carleto está recuperado de lesão e retorna à lateral-esquerda. Navarro será reavaliado, mas dificilmente tem condições de entrar em campo por causa de uma lesão na coxa. Sassá está definido no pelotão ofensivo, mas a dúvida está entre Neílton e Lulinha para formar a dupla de ataque.

O comandante comentou sobre sua expectativa para o jogo desta tarde: “Temos de jogar muito bem. É um clássico. O Bahia é um bom time. Já conquistou esse ano o Campeonato Baiano. Briga com grandes chances para subir. Será um clássico. Sabendo que o adversário tem qualidades ofensivas, tem de ter muita atenção. Cultura de Botafogo e Bahia nunca foi defensiva. Espero que sobre ao Botafogo muitos gols”, comentou.

Com Kieza garantido, Bahia espera terceira vitória seguida

A situação do Bahia é semelhante ao panorama enfrentado pelo Botafogo. O time é popular, tradicional, conquistou dois títulos nacionais e não conseguiu se manter na elite no ano passado. Após conquistar o vice-campeonato do Nordeste e o título do Campeonato Baiano, o foco principal de estar entre os melhores do Brasil parece estar mais perto após duas vitórias consecutivas. Com isso, o time fincou os pés no G-4.

Mas o time não pode baixar a guarda caso queira se manter no seleto grupo. A quarta colocação ocupada pelo time baiano é cobiçada por alguns clubes e pontuar fora de casa, principalmente se vencer, é fundamental para deixar os principais concorrentes para trás e ganhar tranquilidade nessa reta final de temporada.

O técnico Charles Fabian finalizou a preparação com um trabalho tático, além de sessão de cobranças de faltas e escanteios, com o objetivo de aprimorar os setores defensivo e ofensivo. Após dez dias de intensa preparação, a única baixa será o lateral-esquerdo João Paulo, que está em recuperação de um trauma na perna. Vítor Costa, promovido das categorias de base, será o substituto.

Quem está escalado é o atacante Kieza. Após ser julgado e ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por três jogos devido a incidentes no clássico contra o Vitória, o artilheiro do Tricolor da Boa Terra foi liberado para atuar graças a um efeito suspensivo. Autor dos gols que garantiram as vitórias contra Oeste e Criciúma, o centroavante continua como a esperança de gols do Esquadrão.

O técnico Charles Fabian explicou que o desafio é grande contra o Botafogo, mas o apoio da torcida pode fazer toda a diferença, ainda que o time meça forças fora de casa. “Que eles possam fazer a mesma festa, com o mesmo entusiasmo, que possam acreditar e incentivar do primeiro ao último minuto. A torcida do Bahia é uma torcida diferente, apaixonante, nos dá orgulho vestir essa camisa. Pela paixão, pela efervescência que tem esse torcedor, e eu fico muito feliz de trabalhar em um clube com esse perfil de torcedor. Que incentiva, que luta, que está junto nas situações adversas. Isso nos deixa felizes”, afirmou o comandante tricolor.

VAVEL Logo