Zé Ricardo avalia vitória sobre o Resende: "Buscamos o resultado o tempo todo"
Zé Ricardo avalia a vitória sobre o Resende: "Buscamos o resultado o tempo todo"

Flamengo e Resende se enfrentaram neste sábado (18) pela segunda rodada da Taça Rio. Diferente da partida de semana passada, contra a Portuguesa, os reservas rubro-negros encontraram dificuldades diante do Gigante do Vale e o Fla venceu pelo placar mínimo de 1 a 0. O gol foi marcado por Felipe Vizeu já nos acréscimos.

Em entrevista coletiva concedida após a partida, o técnico Zé Ricardo destacou o bom sistema defensivo montado pelo Resende e comentou os erros do Time da Gávea no primeiro tempo. "A equipe do Resende criou dificuldades para a gente, a proposta deles com três zagueiros tirou o nosso conforto ali na frente. (No primeiro tempo) faltou um pouco de paciência e uma troca de passes um pouco mais rápida, talvez as oportunidades não tenham surgido por causa disso", analisou. "No segundo tempo nós fizemos uma alteração no posicionamento do Berrío que causou desconforto aos zagueiros deles", completou.

O comandante valorizou o empenho dos Garotos do Ninho, que apesar do desempenho um pouco abaixo do esperado, jogaram em busca do resultado. "A vitória veio por merecimento de uma equipe que buscou a vitória o tempo todo contra uma equipe totalmente reativa. Agora é descansar para pensar no Bangu na quarta-feira", afirmou Zé.

Questionado sobre a escolha de Rômulo para a partida, Zé Ricardo explicou que a proposta era dar mais equilíbrio ao meio de campo. O volante, que faz parte do grupo de jogadores contestados pela torcida, não teve boa atuação e foi vaiado em alguns momentos da partida. O treinador saiu em defesa do camisa 27. "Rômulo é um grande jogador, tenho certeza que ele vai dar muitas alegrias ao torcedor do Flamengo. Ele é um jogador top, na minha visão", disparou. "Às vezes o jogador não está em um bom dia e isso não tira o valor dele", ponderou o treinador. Zé também afirmou que a substituição de Rômulo por Cafu no segundo tempo não foi fruto da pressão da torcida. "Nós queríamos adotar o 4-2-4, que é o que fazemos quando precisamos do resultado", disse.

Sobre o autor do gol, Felipe Vizeu, Zé Ricardo mostrou-se satisfeito com o trabalho do atacante. "Ele está aprendendo bastante trabalhando próximo ao Guerrero e o Damião, e a tendência é que ele ganhe mais experiência e sirva cada vez melhor ao Flamengo", avaliou.

O técnico não deu muitas pistas do que planeja para o jogo da próxima quarta-feira (22), contra o Bangu, nem se irá poupar jogadores para o clássico de sábado (25), contra o Vasco da Gama. “O que temos certeza é que os jogadores convocados para as suas seleções não participarão, os demais estarão propícios a jogar. E quarta-feira é importante retornar à Volta Redonda com força máxima”, disse.

Zé Ricardo também falou sobre uma questão extracampo, a Lei Caio Júnior. “Nós treinadores esperamos que (a lei) possa ter uma tramitação um pouco mais rápida no Congresso. É uma lei que visa regulamentar a profissão dos treinadores de futebol, com algumas solicitações. Dentre elas, que o contrato dos técnicos seja também firmado com a CBF, o que daria aos treinadores o mesmo tipo de segurança que dá aos jogadores. Para se ter uma ideia, no trágico acidente da Chapecoense, as famílias de todos os atletas receberam o seguro da CBF. Apenas o Caio Júnior, que dá nome à lei, não recebeu, pois o contrato não está vinculado à CBF”, explicou o treinador.

Neste fim de semana, Zé Ricardo e treinadores de todo Brasil usaram uma camiseta em homenagem ao ex-técnico da Chapecoense para chamar a atenção dos parlamentares e dos dirigentes esportivos para a criação da lei.

 

 

 

 

VAVEL Logo