Santos tem boa atuação, mas fica no empate sem gols diante da Ponte Preta
Foto: PontePress/FábioLeoni

Pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, Santos e Ponte Preta se enfrentaram no Pacaembu com o intuito de buscar uma melhor posição na tabela de classificação. Apesar de ser dono do mando de campo, o Peixe não jogou em sua verdadeira casa e a partida acabou contando com campo neutro, terminando com o empate sem gols.

A etapa inicial de jogo contou com poucas chances de gol, tendo uma partida muito equilibrada. Já o segundo tempo contou com um pouco mais de perigo pelo lado do Santos, onde a Macaca também chegou ao gol, mas nenhuma das equipes balançaram as redes.

O empate não foi um bom resultado para o Santos, que vinha de três vitórias consecutivas desde a demissão de Dorival Júnior. Com isso, o Peixe se manteve em quinto lugar, agora com 13 pontos, e pode ser ultrapassado por Bahia, São Paulo, Cruzeiro e mais o vencedor do clássico carioca entre Fluminense e Flamengo no complemento da rodada. A Ponte, com 11 pontos, fica por enquanto em sétimo lugar na classificação geral e também pode ser ultrapassada por esses times, além de Botafogo e Sport.

Na próxima rodada,  o Santos enfrenta o Vitória fora de casa na quarta-feira, às 19h30, em Salvador. Já a Ponte Preta recebe o Cruzeiro em Campinas, quinta-feira, também às 19h30.

Primeiro tempo marcado pelo equilíbrio e gol contra impedido

A etapa inicial começou equilibrada, tanto que as duas equipes levaram perigo nos cinco minutos iniciais, começando pelo Santos. Lucas Lima deu lindo passe para Bruno Henrique, que ficou cara a cara com Aranha. O goleiro fez uma linda defesa para salvar a Ponte, que logo em seguida deu a resposta no ataque. Na jogada, Claudinho lançou Elton na área, que chutou e foi travado por Vanderlei. 

A partir daí, o Santos conseguiu um pouco mais de domínio e levando um certo perigo ao gol de Aranha. A Ponte também aparecia no jogo com boas tentativas, mas sem muitos sustos no campo de ataque. No decorrer dos minutos, o Peixe demonstrou um pouco de dificuldade ao tentar encontrar espaços na defesa adversária, que se atentou em corrigí-los e deixou a partida mais equilibrada.

Aos 39 minutos a Ponte Preta contou com um lance perigoso, mas muito mais por méritos da defesa santista que falhou na jogada, quando Lucca cruzou na área e David Braz completou para o fundo da própria rede. Arbitragem marcou impedimento de Elton, que participou da disputa e anulou o gol que seria contra. 

Nos minutos finais o Peixe ainda levou perigo duas vezes ao gol de Aranha. A primeira aos 44 minutos, quando Lucas Lima recebeu livre pela direita, fez o corte para o meio e finalizou, mas a bola saiu para fora. A segunda chance aconteceu um minuto depois. Lucas Lima cobrou o escanteio e Copete ganhou a disputa pelo alto. A bola acabou saindo muito alta, mas mesmo assim levou perigo. Após isso, passaram-se os dois minutos dos acréscimos e o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Santos domina início do segundo tempo, mas Ponte assegura empate

Diferente do primeiro tempo, a etapa complementar começou elétrica com boas chegadas do Santos. No primeiro minuto de jogo, Lucas Lima lançou Copete na área, mas colombiano acabou desperdiçando a chance, tirando demais do gol. Logo em seguida, novamente Lucas Lima deu outro lançamento, dessa vez para Kayke, que dominou, girou e bateu forte. Bem posicionado, Aranha fez uma grande defesa.

A resposta da Ponte Preta aconteceu logo depois, quando Elton recebeu na área e finalizou em cima de Vanderlei, que salvou o Peixe de levar o gol. Tudo isso antes dos cinco minutos de jogo na etapa complementar. Desde então, as tentativas de chegar ao ataque aconteceram tanto do lado do Santos quanto do lado da Macaca, mas sem muita efetividade.

Quem mais levou perigo ao gol adversário foi o Peixe, tanto que aos 15 minutos Bruno Henrique fez bela jogada, driblou João Lucas e cruzou para Kayke, que bateu de primeira, mas a bola carimbou a trave. Aos 21 minutos, nova chegada do Santos, dessa vez em bola parada com cobrança direta de Lucas Lima direto para o gol. A bola quase foi no ângulo, mas acabou saindo para fora.

A Ponte ainda tentou se infiltrar na marcação santista, mas priorizou a troca de passes para garantir o empate fora de casa. Apesar das tentativas de ambos os lados, o placar não saiu do zero.

VAVEL Logo