Diego projeta clássico contra Botafogo e elogia motivação de Rueda: "Contagiante"
Em um ano de Flamengo, Diego define experiência em 3 palavras: "Especial, intenso e maravilhoso"

Visando a Copa do Brasil, o Flamengo vem de preparação intensa durante a semana. Nesta terça-feira (15), o clube manteve o ritmo para o confronto contra o Botafogo. Com o fim das atividades, Diego concedeu uma coletiva de imprensa. 

O meia, que cumpriu suspensão no último jogo contra o Atlético-MG e foi poupado contra o Palestino, retorna as atividades e está apto a jogar na quarta-feira (16). 

Com o término do prazo de inscrições, Flamengo não conta com Diego Alves, Rhodolfo, Éverton Ribeiro e Geuvânio, mas Diego não vê isso como problema e declara: "É claro que esses jogadores são importantes, mas temos um grupo muito bom, equilibrado, e que está pronto para fazer um grande jogo. Isso não é desculpa. Não significa que amanhã não seremos uma equipe extremamente competitiva e pronta para fazer um grande jogo".

Reinaldo Rueda é o novo técnico do Flamengo. O colombiano assumiu a equipe, e Diego falou sobre a vinda do mesmo: "Tive uma ótima impressão. Tivemos a oportunidade de conversar um pouco. É um treinador que chega com uma bagagem, experiência, conhecimento e preparado para assumir esse desafio. Fizemos treinamentos de altíssimo nível, intensidade, trabalho com bola, tático. É lógico que é muito cedo, mas chega um treinador muito motivado, e isso é contagiante. Já podemos ver, sim, a influência desse nosso novo treinador."

Confira outros trechos da coletiva de Diego:

- Comentário de Jair Ventura sobre Rueda:

"Sobre Jair, não tenho o que falar. Nós pensamos diferente obviamente, confiamos totalmente no Rueda. Vamos fazer de tudo para ele ter sucesso no clube. Vamos fazer de tudo para vencer e ganhar títulos. Estamos falando de opinião. Nosso trabalho gera opinião e discussões públicos. As pessoas têm direito de expor opinião, e nós temos que respeitar. Nossa opinião é contrária, tenho respeito grande pelo Jair. O mínimo que o jogador tem que dar é a vida nos treinos. O sucesso do treinador é o sucesso do jogador. Ninguém chega sozinho."

- Resultados negativos consecutivos:

"Se chegássemos classificados e vindo de vitórias consecutivas, a expectativa seria gigantesca. Os últimos resultados não foram como planejávamos, amanhã é outro jogo e outro campeonato. Estamos numa semifinal e chegamos nela com muito esforço."

- Decepções durante o ano:

"Traçamos metas altíssimas, criamos expectativas altíssimas. Às vezes não alcançamos, e isso cria decepção. Vale lembrar que falamos de semifinal da Copa do Brasil, que nos dá possibilidade de disputar título que dá vaga em competição internacional. Temos que estar orgulhosos e motivados. A torcida estará confiante e vai nos apoiar em busca desse objetivo."

- Um ano de Flamengo:

"Meu balanço é extremamente positivo. Tudo que tenho vivido tem sido especial, intenso e maravilhoso. Na verdade, superou. Faço tudo para deixar essa nação feliz. Grande orgulho e prazer vestir essa camisa. Só aumenta a cada dia. Desafios são grandes, mas a caminhada é muito prazerosa."

- Últimos jogos:

"Com o nosso calendário, é mais do que claro e uma pessoa sensata vai ver que é impossível jogar todos os jogos e todos os jogos em altíssimo nível. Dentro de um elenco qualificado que temos, não tem que ser mais surpresa quando existir rotatividade. É necessário e muito importante. Não pode ter queda brusca e por mais que aconteça. Sempre que tiver essa oportunidade de existir descanso para um ou outro jogador prevenindo lesões é válido."

- Lesão no joelho:

"Em relação ao joelho, foi totalmente ultrapassada a lesão. É extremamente fácil esclarecer esse tipo de dúvida. Todo jogador é monitorado por GPS. Jogador com qualquer problema físico jamais atingiria o nível físico que atinjo a cada partida. Problema físico nunca existiu no meu caso. Foi superada totalmente. Chego muito bem para esse jogo, essa pausa foi muito boa."

VAVEL Logo