Volante Paulo Roberto tem contrato renovado com Corinthians por dois anos
Foto: Agência Corinthians

A diretoria do Corinthians confirmou a renovação do vínculo contratual do volante Paulo Roberto. O jogador chegou ao clube paulista no início de 2017 e iria permanecer no clube até o fim do ano corrente. Porém, pela importância ao elenco do técnico Fábio Carille, Paulo Roberto assinou renovação até 31 de dezembro de 2019. O atleta veio por empréstimo do Grêmio Osasco. Com a negociação, o Timão se tornou parte importante em futuras negociações. O clube adquiriu 50% dos direitos econômicos, com valores não divulgados. O restante permanece com o time de Osasco.

Apesar de atuar como volante, Paulo Roberto se destacou na atual temporada quando jogou improvisado na lateral-direita, na vitória contra o Vasco da Gama por 5 a 2 em São Januário. Nas rodadas em que foi escalado em sua posição de origem, ganhou destaque quando o alvinegro do Parque São Jorge venceu o Grêmio em Porto Alegre por 1 a 0. A jogada do gol da vitória foi iniciada pelo jogador.

Apesar de ficar mais tempo no banco de reservas, Paulo Roberto é um jogador de confiança do técnico Fábio Carille. Aos 30 anos, o jogador teve um 2016 aquém do esperado e cheio de críticas no Bahia e no Sport, além de ter problemas com lesões e extracampo. Entretanto, as impressões foram apagadas no Corinthians. Foram 14 jogos na temporada e nenhum gol marcado.

Foto: Agência Corinthians

Máquina de cartões reativada

Por nova captação de recursos financeiros, o Corinthians anunciou também a volta do projeto “Fielzinha”, a máquina de cartões de crédito e débito do clube. Iniciado em 2015, várias reformulações foram feitas para o projeto entrar em vigor e ganhar atividade. Segundo contrato firmado entre as partes, o time vai receber percentual sobre todas as transações realizadas nos aparelhos. A expectativa é que haja uma arrecadação de R$ 50 milhões nos próximos cinco anos.

O clube acredita que vai ter bons resultados com a parceria, principalmente por ser o primeiro clube a entrar no negócio. “Trabalhamos para criar novas oportunidades de negócios e, consequentemente, fontes de receita para o Corinthians. O projeto da Fielzinha foi reformulado e tem grande potencial. O clube acredita no sucesso do produto e trabalhará, junto com a empresa, para que se torne realidade”, disse o diretor de marketing do Corinthians, Fernando Sales.

Por outro lado, o sócio e proprietário da Innova Capture, empresa responsável pela confecção das máquinas, Vagner de Moraes citou alguns pontos da parceria e destacou como as duas partes podem obter ganhos. “A construção do modelo de negócio teve suas particularidades, e foi preciso um período maior do que havíamos planejado. O projeto segue sendo inovador e consiste em levar ao lojista, seja ele corinthiano ou não, uma máquina com opções mais vantajosas do que as que já estão no mercado. O Corinthians receberá um percentual sobre todas as vendas efetuadas, sem limite de valor. Enquanto a máquina estiver sendo usada, o clube participará da renda recorrente e sustentável. O produto Corinthians estará diretamente ligado à indústria dos meios de pagamento, que representa um dos modelos de negócio mais sério, regulamentado e respeitado do mundo. Isso, com certeza, irá potencializar, ainda mais, a imagem do clube”, explicou.

Além disso, os torcedores podem ser beneficiados com vantagens, como, por exemplo, ida ao Centro de Treinamento Joaquim Grava, conhecer o elenco, assistir às partidas na Arena Corinthians, ganhar de camisas autografadas, além de visitas de jogadores nos estabelecimentos e outros benefícios.

VAVEL Logo