Com Mineirão cheio e três reforços em campo, Cruzeiro vence Tupi na estreia no Campeonato Mineiro
Em estreia de Fred, uma das estrelas que brilhou foi a de Rafinha, autor do segundo gol (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Abertura do ano competitivo, estreia no Campeonato Mineiro, casa cheia e vitória. Assim foi a noite do Cruzeiro, que bateu o Tupi por 2 a 0 nessa quarta (17), no Mineirão, pela primeira rodada do Estadual. A equipe mineira construiu o seu placar com Robinho e Rafinha, que marcaram no segundo tempo para a alegria de mais de 40 mil torcedores presentes no Gigante da Pampulha.

Com apresentação para a temporada de 2018 no dia 3 de janeiro e primeiro jogo oficial no dia 17, a Raposa teve 14 dias para se preparar visando sua estreia no ano. O placar em casa deu a ponta da tabela do Mineiro ao Cruzeiro, que agora divide a liderança com a URT com três pontos. O time celeste volta a campo no próximo sábado (20), às 21h30, contra a Caldense, em Poços de Caldas.

Pelo saldo, o Tupi encerrou sua participação na primeira rodada no fim da tabela de classificação. Como o Uberlândia também perdeu por 2 a 0, mas para a URT, a equipe alviverde tem a mesma campanha, por enquanto, do Galo Carijó. Ainda resta um duelo para fechar a rodada inicial do Mineiro, entre Boa Esporte e Atlético. Um possível perdedor por saldo maior que dois faz com que o Tupi deixe a lanterna. A equipe joga agora contra o Uberlândia, no sábado, às 17h.

Torcida do Cruzeiro compareceu em ótimo número (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Cruzeiro tem mais chances no primeiro tempo, mas ninguém mexe no placar

Os 42.297 torcedores que foram ao Mineirão nessa quarta viram em campo três dos sete reforços do Cruzeiro para a temporada. Fred e Egídio começaram e duelo, enquanto Bruno Silva entrou no decorrer do duelo. Logo aos oito minutos, o novo atacante quase marcou seu primeiro gol em 2018. Arrascaeta lançou Robinho pelo lado esquerdo, que cruzou para Fred. O camisa 9 se jogou, mas não alcançou.

Se não marcou, Fred tentou dar assistência. O jogador foi até a linha de fundo e escorou bola no meio da área para Arrascaeta, que arriscou, mas mandou à esquerdo do gol de Vilar aos 15. Quatro minutos depois, o Tupi subiu pela esquerda em contra-ataque com Patrick, que finalizou direto para fora.

Fred fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Uma das chances mais claras da Raposa veio aos 21. Robinho tabela com Rafinha e cruzou na cabeça de Egídio, que já dentro da pequena área empurrou contra a meta de Vilar. A bola, no entanto, explodiu em grande defesa do goleiro do Galo Carijó.

A Raposa chegou a balançar as redes do Tupi ainda no primeiro tempo, mas o gol foi invalidado. Robinho subiu pelo meio e tocou para Fred, que, de frente para Vilar, preferiu abrir na direita para Arrascaeta. O camisa 10 soltou um chute forte e marcou, mas o assistente assinalou impedimento do uruguaio, que não estava à frente quando recebeu o passe aos 34 minutos.

Raposa guarda gols para a etapa final e vence em casa

Robinho marcou o primeiro gol do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

​A bola que teimou em não entrar no primeiro tempo balançou as redes do Tupi na etapa complementar. Logo aos sete minutos, Rafinha tabelou com Fred pela esquerda e serviu Robinho, que acertou um chute no fundo das redes do Mineirão - novamente em estilo "véu da noiva". "Eu voltei, eu voltei", disse o camisa 19 na comemoração, já que o ano de 2017 do atleta foi inconstante devido a lesões. 

Três minutos depois, a Raposa quase ampliou. Fred avançou pelo lado direito e tocou para Arrascaeta, que só escorou para o camisa 9. De frente para o gol, o atacante do Cruzeiro finalizou muito perto da trave. Aos 13, novo lance de perigo para a equipe celeste. Com boa atuação no duelo, Arrascaeta ajeitou a bola para o volante Henrique, que pegou de primeira para acertar a trave de Vilar.

De tanto tentar, o Cruzeiro fez seu segundo gol aos 15. Henrique carregou a bola pelo meio e tocou com Robinho, que devolveu para o volante ao ver sua infiltração em meio à zaga do Tupi. O capitão da Raposa foi até a linha de fundo e cruzou paralelamente ao gol, enquanto Rafinha só teve o trabalho de emendar de letra contra a meta de Vilar.

O duelo terminou com vitória celeste por 2 a 0 diante de um Mineirão com um grande público. A Raposa deu seu primeiro passo em 2018 para um ano cheio, que terá disputa de Libertadores. O torcedor ainda viu três caras novas em campo, Fred, Bruno Silva e Egídio, além de belas atuações de jogadores remanescentes da última temporada, como Robinho, Rafinha e Arrascaeta. 

Rafinha marcou o gol que ampliou o marcador para a Raposa (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

 

VAVEL Logo