Brasil goleia Equador e se isola na liderança da Copa América Feminina
Foto: Divulgação/CAFemChile2018

Em duelo válido pela segunda rodada do grupo B, da Copa América Feminina, disputada no Estádio Municipal Francisco Sánchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile, a Seleção Brasileira conquistou o seu segundo triunfo na competição ao massacrar o Equador por 8 a 0. Na noite deste sábado (07), os gols foram anotados por Cristiane (2x), Bia Zaneratto (2x), Andressinha, Formiga, Rafaelle e Debinha.

A equipe canarinha assumiu a liderança isolada da chave e foi aos seis pontos, 100% até aqui, enquanto a seleção equatoriana segue sem pontuar em dois jogos. Na próxima rodada, as brasileiras folgam e só voltam a jogar na quarta-feira (11), às 19h, contra a Venezuela, já as equatorianas respiram por aparelhos e vão jogar a vida diante da Argentina, na segunda-feira (09), às 19h.

Na primeira etapa, o Brasil já dava indícios de que a partida seria de total ataque contra defesa. Logo aos seis minutos, Bia teve a primeira chance do jogo, mas bateu mascado e não obteve sucesso. Aos 11, Thaisinha levantou na cabeça de Cristiane, que sozinha, não desperdiçou, 1 a 0. Pouco tempo depois, aos 21, em mais um lance de bola alçada na área, Bia se antecipou à zaga e fez 2 a 0.

No segundo tempo, o massacre. Andressinha, que havia entrado no decorrer da partida, fez o terceiro em tiro rasteiro de média distância, aos 49. A incansável Formiga, testou para o fundo do gol aos 65 minutos, em belo cruzamento de Rilany, 4 a 0. No minuto 70, Marta fez linda jogada na linha de fundo e cruzou rasteiro de perna direita nos pés de Rafaelle, que marcou o quinto.

Bia queria mais e tentou de cabeça, entretanto a zaga afastou em cima da linha, aos 78 minutos. Mas o Brasil não pararia por aí, a mesma Bia, em bela trama com Debinha pelo lado esquerdo, mandou uma bomba no alto, sem chances para a goleira Andrea Vera, 6 a 0. Aos 86, foi a vez de Debinha anotar mais um, Cris ajeitou de calcanhar para a camisa número 9 chegar finalizando e fazer 7 a 0. Nos acréscimos, Cristiane fechou a conta, aproveitando falha da linha defensiva do Equador, 8 a 0 e goleada histórica.

VAVEL Logo