Mais um, Bahia! Esquadrão supera Vitória novamente e conquista 47º título baiano

Elton fez gol do título e goleiro Douglas foi fundamental para garantir a taça para o Tricolor

Mais um, Bahia! Esquadrão supera Vitória novamente e conquista 47º título baiano
Foto: Divulgação/Bahia
Vitória
0 1
Bahia
Vitória: Fernando Miguel; Rodrigo Andrade (José Welison, min. 74), Bruno Bispo, Walisson Maia e Pedro Botelho; Fillipe Souto, Uillian Correia, Juninho e Luan (Nickson, min. 9); Neilton (Alex Baumjohann, min. 56) e Jonatas Belusso. Técnico: Vagner Mancini.
Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca (Douglas Grolli, min. 62) e Léo; Gregore e Elton; Vinícius (Régis, min. 67), Marco Antônio (Allione, min. 64) e Zé Rafael; Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.
Placar: 0-1, Elton, min. 47.
ÁRBITRO: Raphael Claus (Fifa/SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP) | Cartões amarelos: Gregore (BAH, min. 53), Caíque (VIT, min. 70) e Allione (VIT, min. 70)
INCIDENCIAS: Decisão do Campeonato Baiano 2018, disputado no Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador/BA

A sequência positiva de clássicos permaneceu e mais um título foi conquistado pelo Bahia! Na tarde deste domingo (8), o maior campeão baiano voltou a vencer o Vitória por 1 a 0, desta vez no Barradão, e se sagrou campeão estadual pela 47ª vez em toda sua história. Elton fez o gol que sacramentou a conquista e o goleiro Douglas foi fundamental com inúmeras grandes defesas. Os campeões já haviam vencido o Rubro-negro na partida de ida, na Fonte Nova, pelo primeiro jogo da final.

Com 10 minutos da primeira etapa o Leão chegou com grande perigo. A zaga Tricolor vacilou, Juninho avançou cara a cara com Douglas e finalizou para defesa sensacional do goleiro. Na sequência, a pressão seguiu com Neilton e Nickson, mas de novo o camisa 1 fez dois excepcionais milagres no Barradão

O Esquadrão de Aço tocava a bola em velocidade para responder de alguma forma. Zé Rafael recebeu na entrada da área mas finalizou mal. No contra-ataque do Leão, Juninho teve chance de finalização mas chutou torto e para fora. 

No último lance do primeiro tempo, os visitantes foram pra cima. Marco Antônio cruzou, Edigar Junio dominou e tocou para trás, Zé Rafael chegou enchendo o pé de esquerda obrigando Fernando Miguel a operar um milagre. 

 (Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia)
(Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia)

No primeiro lance dos últimos 45 minutos, o primeiro gol do Ba-Vi. Zé Rafael tabelou com Marco Antônio e finalizou forte, Fernando Miguel fez linda defesa no primeiro momento mas Elton pegou a sobra livre e estufou as redes de cabeça para abrir o contador a favor do Bahia

Dominando a segunda etapa, o Tricolor de Aço tinha as melhores oportunidades no jogo. Zé Rafael tentou chute de longe mas a bola passou por cima do gol, rente à trave. O Rubro-Negro respondeu com Belusso. Wallyson Maia lançou, o camisa 9 recebeu, ganhou de dois marcadores e arrematou para defesaça de Douglas

Belusso tentou de novo passar pelo arqueiro do Bahia, mas sem sucesso. O atacante recebeu na cara do goleiro, chutou cruzado mas com o pé esquerdo Douglas evitou o gol.