Em partida apática, Atlético-MG perde para os reservas do San Lorenzo na Argentina
Futebol timído e sem confiança foi a marca do Atlético na noite de quarta-feira (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Em partida apática, Atlético-MG perde para os reservas do San Lorenzo na Argentina

Com apenas três titulares em campo, a equipe argentina conseguiu bater o Galo no primeiro jogo da Copa Sul-Americana

IsamaraFer_
Isamara Fernandes
San LorenzoNavarro; Díaz, Gonzalo Rodríguez, Senesi e Rojas; Gudiño, Mercier, Robert Piris e Castro; Botta (Cavallaro) e Blandi (Reniero)
Atlético-MGVictor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Gustavo Blanco); Luan (Tomás Andrade), Elias, Cazares e Otero (Erik); Ricardo Oliveira
PlacarGudiño (39')
ÁRBITROLeodan González (Uruguai) , Richard Trinidad (Uruguai) e Gabriel Popovits (Uruguai)
INCIDENCIASPartida válida pelo jogo de ida da Copa Sul-Americana realizada em Buenos Aires no estádio Nuevo Gasómetro

O Atlético-MG foi até a capital da Argentina para enfrentar o San Lorenzo na estreia da Copa Sul-Americana no estádio Nuevo Gasómetro. Com um futebol tímido, o Galo não conseguiu bater os reservas do San Lorenzo, que venceram por 1 a 0 com um gol único de Gudiño. 

O Alvinegro precisa 'mudar a chave', pois faz sua estreia noBrasileirão no próximo domingo (15), contra o Vasco da Gama, às 16h. Já o San Lorenzo irá infrentar o Velez Sarsfield, na segunda-feira (16), às 21h15.

O primeiro tempo do time alvinegro não agradou, foram sete finalizações, mas apenas uma indo levando perigo real a meta da equipe argentina. Com dificuldades de fazer a transição do campo de defesa para o ataque, o Galo pouco acionou o atacante Ricardo Oliveira que muitas vezes se encontrava isolado dentro da área adversária.

O San Lorenzo, que também não fazia uma boa partida, conseguiu chegar ao único gol aos 38 minutos. Após boa jogada pela direita, Castro finalizou, a bola desviou no meio do caminho obrigando o goleiro Victor a fazer uma defesa difícil sedendo o rebote que paarou nos pés de Gudiño, em posição deuvidosa o capitão argentino mandou para o fundo das redes.

Na volta para o segundo tempo os mesmo problemas assombraram o Galo: a falta de confiança e lentidão no ataque. Logo nos primeiros minutos da etapa final, o atacante Otero perdeu uma das únicas chances de gol do Atlético, o venezuelano mandou a bola pelo lado de fora da rede em um chute cruzado. O San Lorenzo marcava a saída de bola do clube brasileiro encurtando os espaços do Galo e impedindo que chegassem ao gol. 

Com pouca ofensividade, o técnico Thiago Larghi tentou colocar o time 'pra cima' e fez mudanças.  Gustavo Blanco no lugar de Adilson, Erik na vaga de Otero e Tomás Andrade na vaga de Elias. Gustavo Blanco no lugar de Adilson, Erik na vaga de Otero e Tomás Andrade na vaga de Elias. As substituições não surgiram efeito e o Atlético foi derrotado na Argentina.

VAVEL Logo

Atlético MG Notícias

há 3 dias
há 8 dias
há 12 dias
há 16 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 23 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês