Notas: Jadson brilha em esquema sem atacantes e Corinthians vence na Argentina
Corinthians venceu o Independiente por 1 a 0 (Foto: Daniel Augusto/Agência Corinthians)

Notas: Jadson brilha em esquema sem atacantes e Corinthians vence na Argentina

Formação sem centroavante dá certo, equipe desperdiça contra-ataques, mas consegue enorme vitória na Argentina

EduardoRSF
Eduardo Ramos

O Corinthians venceu o Independiente por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (18), em Avellaneda, na Argentina,  pela Libertadores da América. Jadson fez o único gol da partida, após cruzamento de Mateus Vital, o camisa 10 desviou de cabeça para o fundo das redes.

A VAVEL Brasil avaliou a atuação dos atletas do clube alvinegro na partida, e chegou a um veredito quanto à equipe que visitou o clube argentino nesta quarta-feira (18).

Cássio:  7.5 Seguro por todo momento, não chegou a fazer nenhuma grande defesa, apesar de importantes intervenções.

Fagner: 6.5 Seguro e firme na defesa, tranquilo e frio para ser importante desafogo ofensivo.

Balbuena: 7.0 Um dos melhores. Firme, técnico, salvou defesa em momentos cruciais e ainda teve qualidade para ótimas saídas de jogo.

Henrique: 6.5 Mais lento, mas tão seguro quanto o parceiro, fez ótimo jogo e cobriu bem setor esquerdo.

Sidcley: 5.5 Discreto no apoio e deixando certo espaço no mano-a-mano pela esquerda, teve alguma dificuldade. Cresceu no final.

Ralf: 6.0 Lento e sobrecarregado na etapa inicial, cresceu demais e parecia dobrado no segundo tempo pelo tamanho de sua cobertura defensiva.

Maycon: 6.5 Mais discreto, participou pouco no ataque, mas foi bem na distribuição de saída de jogo.

Clayson: 5.5 Importante na profundidade, mas nervoso na hora de concluir os lances. Ainda assim, bem no individualismo. Cansou no final.

Jadson:  7.5 Ditou seu ritmo e intensidade como meia central sem chegar tanto na área. Parecia sumido, mas brilhou com gol de cabeça pisando na área.

Rodriguinho: 6.5 Fundamental na briga física, intensidade e lances individuais. Além disso, deu passes fundamentais em contra-ataques perdidos.

Romero: 6.0 Importante no plano defensivo, mas nervoso no ataque. Fundamental na vitória.

Mateus Vital: 7.0 Entrou, deu intensidade e criatividade pela esquerda. Deu passe magistral na hora do gol.

Marquinhos Gabriel: 5.5 Pouco tempo, mas importante para aprofundar e dar velocidade pela direita.

Junior Dutra: 5.0 Sem tempo, mas conseguiu ganhar tempo em batalhas físicas no ataque.

Fabio Carille: 7.0 Novamente seu esquema funcionou e a ousadia para não se defender apenas deu resultado.  Tira leite de pedra.

 

 

VAVEL Logo
    CHAT