Barbieri analisa empate pela Libertadores: "Demos o gol e a equipe se perdeu depois"
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Barbieri analisa empate pela Libertadores: "Demos o gol e a equipe se perdeu depois"

Interino do Flamengo justificou empate com a postura do Santa Fé e falta de criatividade da equipe rubro-negra.

rsenna88
Renato Senna

Após o empate em 1 a 1 com o Independiente Santa no Maracanã pela terceira rodada do Grupo D da Copa Libertadores, o técnico interino do Flamengo, Maurício Barbieri, explicou por que a equipe rubro-negra não conseguiu sair de campo com os três pontos.

"A gente começou bem, fizemos o gol, estávamos com o domínio, mas num erro acabamos levando o gol. a equipe se perdeu um pouco depois disso e a gente tentou acertar no vestiário e eles voltaram ainda mais fechados. A gente tentou evitar os contra-ataques, que era a proposta deles, e criar chances de gol. Não criamos como nós esperávamos, mas tivemos chances. Foi um resultado aquém do que esperávamos", explicou Barbieri.

Nos primeiros 15 minutos, o Flamengo conseguiu criar algumas oportunidades e tinha certa liberdade para trabalhar a bola na intermediária. Para o treinador, a mudança de postura do time colombiano dificultou o jogo do rubro-negro.

"O Santa Fé recuou ainda mais que estava recuando no primeiro tempo. No primeiro tempo eles ainda tentaram pressionar mais, os volantes estavam saindo para fazer pressão e a gente estava conseguindo encontrar espaço. No segundo tempo eles diminuiram os espaços e a gente não conseguiu ter jogo por dentro. Faltou a gente achar as jogadas individuais pelas beiradas", analisou o interino.

Na próxima quarta-feira (25), as duas equipes voltam a se enfrentar pela Libertadores, no Estádio El Campín, em Bogotá. O Flamengo lidera o Grupo D com cinco pontos ganhos, enquanto o Santa Fé ocupa o segundo lugar, com três pontos ganhos. Nesta quinta, River Plate e Emelec se enfrentam ainda pela terceira rodada do grupo.

Veja outros trechos da entrevista de Maurício Barbieri:

Jogar sem torcida
"É um ambiente diferente. Você não tem o torcedor empurrando e sem dúvidas faz falta. Fez falta, mas acho que não foi o fator preponderante para a gente sair com o resultado que não era o esperado pela gente."

Entrada de Licoln no lugar de Henrique Dourado
"A gente tentou ajustar o posicionamento para que a bola entrasse mais no centroavante. No segundo tempo isso tava acontecendo, mas o Dourado, que é um grande jogador e tem nos ajudado bastante, não tem tanta mobilidade quanto o Lincoln. A ideia era colocar um jogador de maior mobilidade ali. Apesar da idade é um grande jogador de muita técnica."

Postura do Fla no jogo
"A equipe que a gente entrou era bastante ofensiva. No início a gente mostrou que ia para cima. Eles vieram retrancados para jogar por uma bola, que a gente acabou dando para eles. Vamos ver qual vai ser a postura deles na Colômbia. A nossa vai ser de buscar o resultado."

Éverton Ribeiro e Diego não podem jogar juntos?
"Eu não concordo com essa máxima, senão não teria colocado os dois para jogarem juntos. No momento, o jogo estava virando um jogo de transição e isso ia favorecer o Santa Fé, que tem jogadores mais rápidos. A ideia de colocar o Arão era conseguir brecar esse jogo de transição e criar chances> acho que a gente conseguiu brecar esse jogo, mas não conseguiu criar."

VAVEL Logo

    Flamengo Notícias

    há 6 dias
    há 10 dias
    há 10 dias
    há 10 dias
    há 11 dias
    há 12 dias
    há 14 dias
    há 15 dias
    há 16 dias
    há 17 dias
    há 18 dias