CRB supera Sampaio Corrêa em fim de jogo intenso e conquista primeira vitória como visitante
Elias Auê/Sampaio Corrêa FC

CRB supera Sampaio Corrêa em fim de jogo intenso e conquista primeira vitória como visitante

Tubarão buscou empate duas vezes, nos acréscimos e com um jogador a menos, mas Flávio Boaventura deu a vitória ao Galo no último lance, aos 50 minutos

tainanmelo
Taynã Melo
Sampaio CorrêaAndré Luiz; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Aylson; César Sampaio, Danielzinho (Reginaldo Júnior, min. 71), William e João Paulo (Carlão, min. 84); Alvinho e Bruninho (Uilliam, min. 46). Técnico: Francisco Diá.
CRBJoão Carlos; Diogo Mateus, Flávio Boaventura, Edson Borges (Anderson Conceição, min. 66) e Diego Corrêa; Feijão, Lucas, Tinga (Leílson, min. 80) e Edson Ratinho; Bruno Paulo (Juninho Potiguar, min. 60) e Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha.
Placar0-1, Bruno Paulo, min. 17. 1-1, João Paulo, min. 40. 1-2, Neto Baiano, min. 87. 2-2, Maracás, min. 93. 2-3, Flávio Boaventura, min. 95.
ÁRBITRODyorgines José Padovani de Andrade (ES), auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES) | Cartões amarelos: Bruninho (SC, min. 37), Diego Corrêa (CRB, min. 45), William (SC, min. 47), César Sampaio (SC, min. 55), Feijão (CRB, min. 67), Flávio Boaventura (CRB, min. 67), Uilliam (SC, min. 88 e 89), Carlão (SC, min. 89) | Cartão vermelho: Uilliam (SC, min. 89)
INCIDENCIASPartida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2018, disputada no Estádio Castelão, em São Luís/MA

Um jogo extremamente movimentado nos minutos finais. E não parecia que teria esse desfecho. Na noite desta segunda-feira (7), no Estádio Castelão, em São Luís/MA, Sampaio Corrêa e CRB entraram em campo pela abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2018. Os últimos dez minutos foram decisivos, com três gols marcados, reclamações e expulsão. Ao fim das contas, melhor para o Galo. Os alagoanos venceram por 3 a 2. Bruno Paulo, Neto Baiano e Flávio Boaventura, aos 50 do segundo tempo assinalaram os tentos regatianos. João Paulo e Maracás descontaram para o Tubarão.

Com o resultado, os alvirrubros deram um grande salto na tabela de classificação. Subiram sete posições, deixaram a zona de rebaixamento, somam seis pontos, no décimo lugar. Além disso, o clube conquistou a primeira vitória como visitante na atual edição do Brasileiro e o segundo triunfo de maneira consecutiva, após ter iniciado o torneio com três derrotas seguidas. Por outro lado, os maranhenses perderam mais uma chance de somar três pontos em casa e caíram para o 16º lugar, com quatro pontos ganhos e a pressão sobre o técnico Francisco Diá cada vez mais intensificada.

Pela Série B, os times só entram em campo na semana que vem. O CRB recebe o Avaí às 19h15 da terça-feira (15), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. O Sampaio Corrêa mede forças contra o Brasil de Pelotas às 21 horas do sábado (19), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas/RS. Antes, porém, os alagoanos disputam o primeiro confronto válido pelas quartas de final da Copa do Nordeste contra o Ceará. A partida está programada para às 21h45 da quinta-feira (10), no Rei Pelé.

Primeiro tempo de boas oportunidades

O primeiro tempo registrou boas chances para os dois times, que fizeram um jogo relativamente movimentado. O Sampaio Corrêa tentava obter maior posse de bola ao aproveitar o fato de ser mandante, mas encontrou dificuldades em trocar passes no meio de campo e boa parte da produção ofensiva foi comprometida por causa desses erros. O CRB, por outro lado, aproveitava esses vacilos para armar jogadas longas e acionar a dupla de ataque. O primeiro lance de perigo foi dos donos da casa, quando Danielzinho entrou na área e finalizou na saída do goleiro João Carlos. A bola tirou tinta da trave. A resposta do Galo veio logo em seguida. Edson Ratinho partiu em velocidade e cruzou na área. Neto Baiano cabeceou para fora.

Quando a quantidade de passes errados prejudicava a qualidade do confronto, os visitantes armaram uma boa jogada e saíram na frente do marcador. Aos 17 minutos, Bruno Paulo recebeu na entrada da área, abriu espaço e chutou com efeito. O goleiro André Luiz tentou fazer a defesa, mas falhou e não evitou o gol alvirrubro. Os contra-ataques favoreciam o Regatas, mas a equipe não sabia aproveitar as excelentes chances. Na melhor delas, Neto Baiano recebeu livre e preferiu o passe à finalização. Tocou para Edson Ratinho, mas Maracás se antecipou. O lance perdido custou caro. Aos 40, João Paulo foi eficiente e empatou para o Sampaio Corrêa. Os jogadores do CRB reclamaram de impedimento do camisa 10 e o jogo ficou parado por quatro minutos.

Confusão, expulsão e gol no último lance

O segundo tempo foi completamente dominado pelo Sampaio Corrêa. O CRB, que tinha os contra-ataques como recurso para levar perigo na primeira etapa, não conseguia sair do campo de defesa. Desde os primeiros minutos, os donos da casa criaram boas jogadas. Aos seis minutos, William Oliveira alçou bola na área e João Paulo tentou emendar de primeira. Errou o alvo. Depois, o goleiro João Carlos começou a ser destaque e evitar que o Galo sofresse a virada. Primeiro, o camisa 1 evitou que o cabeceio de Uilliam após cruzamento de Bruno Moura entrasse. Depois, depois de avanço pela direita e chute de Alvinho, o arqueiro do Galo interveio novamente.

Após as alterações feitas pelos dois treinadores, o jogo retomou o equilíbrio e a alternância de boas finalizações. Os alagoanos voltaram a incomodar a defesa maranhense quando Tinga foi acionado em contragolpe, passou pelo goleiro André Luiz e chutou. O zagueiro Joécio evitou a virada. A resposta do Tubarão veio novamente com Alvinho. O atacante passou pela defesa e chutou. João Carlos levou a melhor mais uma vez.

Os dez minutos finais do jogo foram completamente insanos. Aos 42, Joécio afastou mal a bola, Neto Baiano dividiu com André Luiz e balançou as redes. O Galo parecia sair vitorioso naquele instante. A situação ficou ainda mais difícil ao Sampaio Corrêa quando Uilliam recebeu dois cartões amarelos em duas jogadas consecutivas e foi expulso. Mas, aos 48 minutos, o zagueiro Maracás foi à área e cabeceou para igualar o marcador. Poderia ser uma partida de superação por buscar o empate duas vezes e com um jogador a menos. Porém, o CRB voltou a estragar a festa. Aos 50 minutos, no último lance, Flávio Boaventura aproveitou cobrança de escanteio e testou para dar a vitória ao Regatas.

VAVEL Logo

Futebol Brasileiro Notícias

há um dia
há 10 horas
há um dia
há um dia
há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias
há 2 dias