Negócio fechado: Flamengo assina contrato com Maracanã por dois anos

Diretoria terá diversas vantagens e benefícios na hora de administrar o estádio

Negócio fechado: Flamengo assina contrato com Maracanã por dois anos
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Na noite dessa segunda-feira (11), após a aprovação por maioria do Conselho Deliberativo, o Flamengo anunciou a parceria com a concessionária que administra o Maracanã. A duração do contrato é de dois anos. O contrato já se aplica para a sequência desta temporada de 2018 e se estenderá até 31 de dezembro de 2020. O termo prevê no mínimo mais 11 partidas no Maior do Mundo este ano e, de 2019 em diante, o Flamengo fará no mínimo 25 jogos por ano no estádio.

“Nós e a concessionária Maracanã aprendemos muito ao longo do processo. Este novo contrato vai permitir que o Flamengo jogue no campo que sempre foi considerado como a casa da nossa torcida, em condições muito mais favoráveis que as atuais. Isso tudo sem abrir mão do projeto de assumir o Maracanã de forma definitiva, assim que estiver definido o novo marco regulatório“, disse o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Neste acordo, haverá maior liberdade por parte do clube para dar sua cara ao estádio, transmitindo uma identidade emocional com o torcedor rubro-negro. Além disso, o clube terá direito à exploração comercial e ações de marketing no campo, na zona mista e no vestiário do estádio.

“Hoje estamos muito mais evoluídos na nossa relação com o Maracanã e nosso pensamento é de dar um estádio com a cara do Flamengo ao nosso torcedor. Queremos acima de tudo que a Nação se sinta em casa, que jogue junto, que vença com a gente. O Flamengo e o Maracanã  chegaram hoje a uma convergência que permitiu esse acordo, o que não significa que o clube não segue com o sonho do seu estádio próprio, que pode ser inclusive o Maracanã”, declarou Bruno Spindel, CEO rubro-negro.

A parceria de dois anos e meio irá proporcionar diversas vantagens financeiras ao clube, como: receita de bilheteria e do programa de sócio-torcedor será integralmente do Flamengo, que ainda terá participação na comercialização de camarotes, alimentos e bebidas.

"Temos certeza de que o acordo vai estimular uma parceria ainda mais forte entre o Flamengo e o estádio, cujo maior beneficiado será sempre o torcedor. Neste ano, já estávamos construindo essa parceria o e o resultado é que, das dez maiores bilheterias do país até agora, quatro delas foram de partidas do Flamengo. Esses dados provam a disposição do torcedor rubro-negro em comparecer ao estádio para prestigiar o time em campo e mostrar o amor pela camisa", afirmou Mauro Darzé, presidente do Maracanã.

Toda a operação do estádio será de responsabilidade do Flamengo – venda de ingressos, segurança, acesso, limpeza, orientação de público, brigadistas, postos médicos, ambulâncias, manutenção, elétrica, hidráulica, internet e elevadores.