Mazola Júnior destaca falta de atitude do Criciúma em derrota para Ponte Preta
Foto: Divulgação / Criciúma EC

O Criciúma perdeu a chance de garantir três pontos nesta terça-feira (14) após perder por 3 a 1 contra a Ponte Preta, no estádio Moises Lucarelli em Campinas, pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Para o técnico do time catarinense, Mazola Júnior, a equipe não teve atitude e postura necessária para vencer o time campineiro, um dos maiores favoritos a conquistar o acesso. Segundo o treinador, a equipe foi "passiva" na visita à Campinas.

"Tentamos de tudo. Acho que na primeira parte a Ponte Preta criou apenas na bola parada. Fomos pouco agressivos na bola parada. Quase todas as bolas que foram lançadas na nossa área eles cabecearam. Não tivemos uma atitude contra uma equipe que é séria candidata ao acesso, que apostou muito, investiu muito. Acho que não começamos tão mal o jogo assim. Fizemos um jogo dentro do nosso alcance, dentro das nossas possibilidades e contra um grande adversário. Competimos pouco e a Ponte competiu muito. A verdade é essa" afirmou.

Mazola também viu o time sofrer com problemas na lateral do time, improvisando com escolhas e substituições para mudar a tática do jogo.

"Já tinhamos um problema na lateral esquerda com o Christian, que não ia descer e não ia fazer o volume por ali, então optamos por mudar também na lateral direita. O Eduardo tem mais característica ofensiva que o Carlos Eduardo. E o jogo sairia por ali, tanto que na primeira parte jogamos por ali. A falta que deu origem ao nosso gol saiu em cima do Eduardo. Tínhamos que ter um ala do lado direito para compensar, foi esse o motivo da substituição do Carlos Eduardo. As outras mudanças foram normais" destacou.

O treinador destacou a juventude do elenco como um ingrediente para o abatimento do time diante de um grande adversário, já que a Ponte é forte candidata ao acesso à Série A e forte jogando em casa.

"Saímos batidos da marcação na frente, o Mineiro fez um belo cruzamento, e o João chegou sozinho na frente da nossa área e fez o gol. E aí abateu, a equipe abateu. No segundo tempo faltou potência e opções na linha de frente. Tinhamos dois jogadores de linha acima de 24 anos"  destacou. 

O próximo desafio do Criciúma será na terça-feira (21) contra o Coritiba em casa, no Heriberto Hülse, às 19h15, pela 22ª rodada da Série B. Já a Ponte Preta encara o Londrina fora de casa, no Estádio do Café, no mesmo dia e horário.

VAVEL Logo