Jogadores do Santos lamentam eliminação e projetam arrancada Brasileirão
Foto:  Pessoas Ernesto Guerra/Santos FC

Jogadores do Santos lamentam eliminação e projetam arrancada Brasileirão

Peixe encerrou um jejum de dois meses e agora busca reação no Campeonato Brasileiro

Millamagalhaes3
Camilla Magalhães

Após dois meses sem vencer uma partida, o Santos desencantou e bateu o Cruzeiro por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (15), em jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Com o resultado no tempo normal, a partida foi para as penalidades e o Peixe perdeu três cobranças e acabou eliminado da competição. 

Apesar da eliminação, o Alvinegro Praiano ganhou confiança e quer repetir o desempenho no Campeonato Brasileiro, onde atualmente ocupa à 17° posição, com dezoito pontos. 

Victor Ferraz, Gabigol e Lucas Veríssimo se mostraram tristes com a eliminação, mas confiam em arrancada no Brasileirão e pediu união

"Temos de absorver a eliminação o mais rápido possível, até porque a nossa competição mais importante é na próxima terça-feira. Sabemos da responsabilidade de jogar no Santos, um time  que nunca caiu. O torcedor pode ter certeza que a gente não vai cair", disse Victor Ferraz após o jogo.

"O que eu posso pedir é que o Santos possa se unir novamente. Torcida, jogadores, diretoria, presidência. A gente tem que lutar por um Santos muito forte. Estou aqui há cinco temporadas. Sempre briguei por coisas grandes, por títulos. Esse ano realmente tem sido muito difícil. Temos jogadores jovens. Esse é o pedido que eu posso deixar como um dos capitães da equipe. Que a torcida venha com a gente e a gente consiga unir o Santos e fazer um segundo turno melhor no Brasileiro e quem sabe sonhar com título na Libertadores", desabafou o lateral-direito.

Gabigol foi protagonista do lance mais polêmico da partida. Antes do fim do jogo, entre o minuto 49 e 50, o árbitro Rodolpho Toski Marques apontou para o centro do campo em um lance que envolvia um contra-ataque do Santos, que deixaria o atacante cara a cara com o goleiro Fábio. O camisa 10 concordou com Victor Ferraz.

"A gente fez um grande jogo. Conseguimos uma vitória no tempo normal, poderíamos ter conseguido a classificação se não fosse o juiz. Claro que eu também poderia ter errado o gol, mas é um lance que ficou claro e nítido que teria de continuar. Fizemos um grande jogo, tivemos a posse da bola, marcamos os gols, marcamos bem. Saímos tristes, mas com mais confiança para sábado, que é um jogo importante para a gente", afirmou o camisa 10.

O zagueiro Lucas Verissimo que foi bem na partida e salvou o Peixe de tomar gol, também lamentou a eliminação e concordou com os companheiros de equipe. 

"Claro que queríamos a classificação, buscamos isso a todo momento. Lógico que se o juiz não tivesse terminado o jogo no último lance poderíamos ter feito um gol com o Gabriel. A equipe tem que continuar crescendo. Vamos fazer um grande jogo no sábado em casa, se Deus quiser sair com a vitória, para dar uma arrancada no Brasileiro",  disse Lucas Veríssimo.

O Santos se reapresenta no CT Rei Pelé, na tarde desta quinta-feira (16), visando a partida contra o Sport, no próximo sábado (18), às 16h, na Vila Belmiro, pela 19° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo