Em evolução, Arão projeta Fla-Flu e agradece aplausos da torcida: "Satisfeito"
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Em evolução, Arão projeta Fla-Flu e agradece aplausos da torcida: "Satisfeito"

Camisa 5 fez boas partidas contra LDU e Madureira, e saiu saudado contra o Tricolor suburbano; no reencontro contra único algoz no ano, volante destaca que derrota na semifinal gerou incômodo

rafalisboa
Rafael Lisboa

Após garantir a classificação antecipada para a semifinal do Carioca, o Flamengo treinou nessa quarta-feira (21), visando o clássico contra o Fluminense, algoz da única derrota rubro-negra na temporada, na semifinal da Taça Guanabara. Aplaudido pela torcida contra o Madureira, Willian Arão destacou a importância do clássico mesmo e ressaltou que a derrota incomodou o grupo:

"Temos estratégias para cada jogo. Naquele jogo (semifinal da Taça Guanabara), adotamos uma que vinha funcionando bem. Tomamos um gol no final, mas, sem dúvida, se Abel achar por bem adotar outra estratégia é o que vamos acatar. Sempre tive boas partidas contra o Fluminense, pude ajudar na maioria das vezes com gols e fico feliz. Mas desta vez penso em ajudar o Flamengo a sair vencedor, na última eles nos derrotaram, e isso deixou a gente incomodado. A equipe deles nos causou dificuldades, mas com certeza esse jogo será diferente. Independentemente de quem vai fazer o gol ou a jogada, quero fazer um grande jogo com meus companheiros e sair vencedor".

Vindo de duas boas atuações, contra LDU-EQU e Madureira, o volante enfim parece estar justificando a titularidade garantida por Abel Braga desde que o treinador voltou ao Rubro-Negro. O camisa 5 agradeceu o apoio da torcida e afirmou que faz auto-críticas após as partidas:

"Fiquei feliz que a torcida reconheceu o futebol que viemos apresentando, não só eu, como a equipe toda. Satisfeito, né? Quando a gente sai assim e vê que a torcida aplaudiu, sai com o dever cumprido. Sei que algumas (críticas) são para eu crescer. Algumas são porque a pessoa realmente não gosta de mim, porque eu tenho o cabelo grande. Enfim, isso é uma outra coisa (risos). Mas eu tenho muito claro, eu sou um jogador com uma auto-crítica muito grande e eu sei aquilo que eu posso render e eu sei também quando eu joguei mal ou quando joguei bem. Estou feliz com meu rendimento. Me cobro muito, analiso minhas partidas. Tendo sempre estar melhorando porque sei que posso dar mais como jogador. Quero continuar evoluindo e ajudando minha equipe".

Para o Fla-Flu desse domingo, às 16h no Maracanã, mais de 25 mil ingressos já foram vendidos de maneira antecipada e a expectativa é de mais de 40 mil torcedores presentes em um dos clássicos mais conhecidos do país.

VAVEL Logo