Rodriguinho marca e Cruzeiro derrota Emelec com 300º gol em Libertadores
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Mais líder que nunca! O Cruzeiro derrotou o Emelec, por 1 a 0, no Estádio George Capwell, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. O triunfo saiu dos pés de Rodriguinho. Em nove jogos, estufou as redes em sete ocasiões e deu duas assistência. Iluminado, o meia foi responsável pelo 300 gol da Raposa na competição continental. Entre as equipes brasileiras, ó perde para o Palmeiras, que possui 314.

Líder absoluto do Grupo B, o time celeste chega aos 9 pontos e encaminha classificação para às oitavas de final. Já o  Bombillo está na segunda posição, com 4.

Duelo truncado

Assim que o árbitro deu o apito inicial, o Emelec partiu para o campo de ataque. No entanto, o Cruzeiro respondeu e aos 20 minutos colocou a bola dentro das redes. Fred segurou e enfiou para o Rodriguinho, que limpou a jogado e mandou no canto direito. Contudo, o jogador estava em posição irregular e o lance foi anulado. 

Após o lance, os donos da casa pressionaram a meta de Fábio. Com finalizações no meio do gol, o goleiro realizou as defesas. Aos 31', Robinho cobrou falta na intermediária, Henrique desviou, Rodriguinho passou, mas puxou com o pé direito e tocou com o esquerdo por cima de Dreer. 1 a 0.

Clima esquenta

Na volta do intervalo, a equipe cinco estrelas ficou atrás da linha do meio-campo. Angulo chegou a mudar o marcador, mas o bandeirinha havia marcado impedimento e a Raposa voltou estar na dianteira. Nos minutos finais, os equatorianos ficaram com os nervos a flor da pele. Os emelecista presentes no estádio começaram a atirar objetos no gramado. Em uma das ocasiões, o juiz pegou um saco cheio de água e Caicedo tomou e tacou novamente no chão. Posteriormente, levou o amarelo. Luna chegou a ser expulso por dar uma rasteira em Rafinha. No apito final, o camisa perdeu uma grande chance. O meia recebeu lançamento dentro da área e mandou por cima do gol.

VAVEL Logo