Com boa vantagem na decisão, Abel elogia Flamengo no segundo tempo: “Foi uma vitória justa”
(Foto: Rafael Lisboa/ VAVEL Brasil)

Com boa vantagem na decisão, Abel elogia Flamengo no segundo tempo: “Foi uma vitória justa”

Treinador destacou a melhora nas decisões tomadas na segunda metade, criticou o uso do VAR no primeiro jogo e afirmou que ainda não decidiu qual equipe colocará em campo na segunda partida

rafalisboa
Rafael Lisboa

Após a grande vitória do Flamengo na primeira partida da final do Campeonato Carioca, 2 a 0 sobre o Vasco, no Estádio Nilton Santos, o técnico Abel Braga comemorou a grande atuação da equipe, especialmente no segundo tempo, que deixou o Rubro-Negro mais próximo do título estadual:

"Vitória traz confiança. Foi uma vitória em 90 minutos. Esse jogo tem 180. Alertei meus jogadores, não conquistamos nada. Se não jogar com a mesma seriedade do segundo tempo. As opções que fizemos no primeiro tempo foram horríveis. Falei isso para eles. Fizemos a ultima opção sempre errada. No segundo tempo entramos muito fortes e tivemos uma atuação realmente muito boa", destacou.

Um dos destaques da partida, o uruguaio Arrascaeta teve a participação nos jogos e nos treinos destacada pelo treinador, que também afirmou que o meia não entrou pois Diego, que saiu para sua entrada, estava jogando mal:

"Esse time trabalha muito, é muito unido, muito fechado. Perdeu somente dois em 20 jogos. O que fez o Arrascaeta entrar? Vem num momento bom, se adaptou melhor ao grupo. No Cruzeiro demorou dois anos para assumir a titularidade. Aqui com três meses ele teve a chance. Ele não entrou porque o Diego estava mal. Entrou porque jogou muito na quinta e vem treinando muito bem. Não deixei de correr o risco. E teve uma atuação muito boa".

Essa será uma das últimas semanas livres que o Rubro-Negro terá para treinar até a parada para a Copa América. Mesmo com a vantagem, Abel ainda não sabe qual time mandará em campo no próximo domingo (21), no jogo que poderá sacramentar o 35º título do Rubro-Negro:

"Não estou pensando nada. Seria legal se alguém da direção me falasse alguma coisa. O recado está dado, não tem nada decidido. Se o gol não fosse anulado, seria melhor, 3 a 0. Liquidado não está. Um gol aos 15 minutos pode incendiar o jogo. Vamos tentar fazer o melhor para nossa vida".

Novidade no estadual, o VAR (árbitro de vídeo) foi novamente protagonista de polêmica, ao anular o que seria o segundo gol de Bruno Henrique, por impedimento. O técnico criticou o uso da tecnologia pelo árbitro Rodrigo Nunes de Sá:

"Não vou comentar os lances, mas o VAR não pode ser consultado como foi hoje. Se o cara (juiz) for consultar tiro de meta ou escanteio, acabou o jogo. E parece que acabou mesmo a bateria do VAR. Complicado".

Para a próxima partida, no domingo (21) às 16h, mais de 17 mil ingressos já foram vendidos de maneira antecipada, e a grande maioria para os sócios do Flamengo, que não terá Bruno Henrique, suspenso.

VAVEL Logo