Apesar do empate, Rodrigo Santana exalta defesa do Atlético-MG: "Não sofremos"
Foto: Bruno Cantini / Atlético

Atlético-MG empatou em 0 a 0 com o Santos, na noite desta quarta-feira (15), na Arena Independência, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador Rodrigo Santana ressaltou a importância de um sistema defensivo sólido, que deu poucos espaços ao ataque do peixe e saiu da partida sem levar nenhum gol.

"Pelo resultado em si, o que fiquei mais feliz foi de não ter levado gol. A gente vem em uma sequência de jogos tomando gols e isso me incomodava muito. Acredito que hoje além de não tomarmos gol, não sofremos muito perigo. Saímos felizes pelo rendimento da equipe, principalmente no segundo tempo".

Questionado sobre os diversos chutes de fora da área e uma possível falta de criatividade da equipe, Rodrigo explicou que a forte marcação do Santos, que não deu muito espaço para pensar.

"Se não me engano finalizamos 16 vezes. Isso varia muito de acordo com a característica do jogador. Fizemos gols no Vasco de fora da área. Treinamos muito esse tipo de finalização. É evidente que em um jogo que o adversário marca com uma linha de cinco e um tripé na frente, as nossas ações são dificultadas, principalmente as passagens pelas laterais. Mas não conseguimos caprichar. Ás vezes a sede de vencer prejudica a nossa decisão no último passe. Falta tranquilidade nessa última bola".

O próximo compromisso do Atlético-MG é no sábado (18), novamente na Arena Independência, dessa vez contra o Flamengo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo