Corinthians e Athletico-PR fazem jogo aberto e movimentado, mas ficam no empate
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Corinthians Athletico-PR empataram, na noite desta quinta-feira (10), por 2 a 2, num jogo movimentado na Arena Corinthians, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os alvinegros saíram na frente com Gil, mas o Furacão virou com Léo Cittadini e Erick. Boselli deixou tudo igual. Todos os gols ocorreram na primeira etapa.

Com o resultado, o Corinthians continua em 4º lugar com 43 pontos,  e a quatro de distância para Palmeiras e Santos. Já classificado para a Libertadores, o Athletico chega aos 35 pontos e segue na 9º posição.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (13), às 16h. O Corinthians enfrenta o São Paulo, fora de casa, no Morumbi. Já o Athletico-PR, por sua vez, recebe o líder Flamengo na Arena da Baixada.

Primeiro tempo com quatro gols 

O jogo começou agitado, e o Athletico-PR perdeu uma chance inacreditável logo de cara. Thonny Anderson aproveitou a falha de Cássio, roubou a bola e tocou para Leo Citadini empurrar para o gol. O camisa 18 furou, mas ainda conseguiu ajeitar para Cirino, que acabou batendo por cima da meta alvinegra. 

Mesmo tomando sufoco, foi o Corinthians quem abriu o placar. Clayson cobrou escanteio aberto, Gil subiu e testou firme para marcar seu primeiro gol após o retorno ao Corinthians.  

A resposta do Furacão foi à altura. Thonny Anderson fez boa jogada na e serviu Léo Cittadini. Sozinho entre os zagueiros, o meia dominou e bateu na saída de Cássio, empatando o jogo.

O Athletico continuou atacando, e a pressão surtiu efeito. Wellington cruzou para Léo Pereira, que cabeceou para o meio da área. Manoel tentou tirar, mas Erick ganhou a dividida e mandou para as redes.  

No último lance, o Timão deixou tudo igual. Fagner cruzou, Gil ganhou no alto e encontrou Boselli na pequena área. O argentino não perdoou e conseguiu empurrar para as redes de Léo.

Segunda etapa equilibrada e sem gols 

Com as duas equipes dispostas a atacar, a etapa final começou agitada. Love recebeu no ataque, passou pela marcação e finalizou para a defesa de Léo. No contra-ataque, Thonny Anderson fez fila e bateu cruzado, mas parou em Cássio.

Depois, Boselli recebeu de Mateus Vital e bateu para fora. O jogo esfriou e as boas chances se tornaram raras. Antes do apito final,  Vágner Love cabeceou com perigo, mas errou o alvo. Sem oferecer perigo, o Athletico-PR soube resistir à pressão e segurou o resultado até o fim.

VAVEL Logo