Athletico-PR sufoca, mas fica no empate com Cruzeiro em noite de Fábio
Foto: Reprodução/Athletico-PR 

Na Arena da Baixada, o Athletico-PR dominou o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira (6), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com vantagem numérica nas quatro linhas, o rubro-negro não conseguiu ultrapassar o goleiro Fábio. E assim o placar ficou no 0 a 0.

Em sétimo lugar, o Furacão soma 47 pontos. De forma provisória, a Raposa aparece na 14ª colocação, com 34. Botafogo e Ceará ainda entrarão em campo nesta quinta-feira. 

Arqueiro segura furacão

Sem contar com o técnico Tiago Nunes, que não renovou contrato, o Athletico atormentou a vida do Cruzeiro. Aos 11', Wellington encontrou Madson na segunda trave, que ganhou da marcação e desviou ao lado de fora da rede. Por pouco a torcida da casa não comemorou. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno mandou de cabeça  no chão e Fábio pulou no canto esquerdo para salvar.

Aos 29', o goleiro celeste continuou sendo um dos nomes na etapa inicial.  Bruno Guimarães finalizou com a canhota na ponta esquerda e o camisa 1 deu um tapa para fora. A Raposa conseguiu chegar com perigo dez minutos depois. Dodô arrematou de longe, a bola pegou impulso e foi caindo no canto. Em dois tempos, Santos precisou trabalhar.  Antes de ir para o intervalo, o arqueiro cinco estrelas evitou duas oportunidades de gol.

Vermelho e pressão

Até que uma torcida vibrou com um gol. No entanto, foi por pouco tempo.  Fábio recompôs rapidamente, Sassá dominou e tirou de Santos e completou para as redes. A arbitragem entendeu que ele usou a mão e aplica o segundo amarelo ao atacante celeste, que foi expulso. Desta maneira, os donos da casa iniciaram uma pressão nos visitantes. Aos 28', Márcio Azevedo descolou lançamento da esquerda, Bruno Nazário mergulhou de peixinho. Atento, o goleiro encaixou.

Na reta final, Ezequiel driblou e pedalou em em cima de Madson. Mesmo sem ângulo, o jovem de 21 anos mandou uma bomba no poste.

VAVEL Logo