Meio-campista de 27 anos, Régis está a um passo de trocar o Bahia pelo Cruzeiro
Foto: Reprodução / Bahia EC

A pandemia de Covid-19 pode até atrapalhar a rotina do futebol brasileiro, mas ela não parou o trabalho da diretoria do Cruzeiro na negociação com o Bahia para ter o meio-campista Régis, de 27 anos. E nesta semana, o clube de Belo Horizonte avançou nas tratativas com os baianos para contar com o jogador por empréstimo até o fim de 2020.

Régis e Enderson Moreira, técnico da Raposa, trabalharam juntos em 2018 no Tricolor de Aço, o que facilitou no desejo do meia em atuar em Minas Gerais.

"Trata-se de um meia-atacante muito interessante. É um jogador mais vertical, joga na direção do gol. Não é armador, que não vem armar as jogadas. É um jogador de último terço de campo. É um meia-atacante, quase segundo atacante, que tem facilidade no drible, qualidade no passe entrelinhas, que finaliza muito bem", comentou Enderson sobre Régis. 

O negócio está prestes a ser anunciado já que os clube estão na fase final de trocas de documentos. Vale lembrar que o salário do atleta será dividido para um dos clubes.

Assim que a transferência foi concluída, o Cruzeiro terá o 11º reforço no ano, mas a primeira na gestão de Ricardo Drubscky no futebol celeste. Além da quase completa contratação de de Régis, os meias-atacantes Everton Felipe e Roberson, o lateral-esquerdo, João Lucas, os zagueiros Ramon e Marllon, os volantes Filipe Machado e Jean, além dos os atacantes Marcelo Moreno, Jhonata Robert e Angulo já estão com a camisa do Cruzeiro.

Régis está num momento de baixa na carreira, por isso o reaparecimento da Raposa para tirá-lo do Bahia. Este ano fez apenas dois jogos pelo Tricolor. Em 2019, jogou apenas sete vezes e não marcou nenhum gol. A melhor temporada de Régis no Bahia foi em 2017, quando marcou 13 gols em 49 jogos.

VAVEL Logo