Flamengo é soberano, tira invencibilidade do Botafogo e assume liderança do Carioca
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Nessa quarta-feira (24), Botafogo e Flamengo se enfrentaram no estádio Nilton Santos pela 5ª rodada do Campeonato Carioca . Dominando desde o começo, o Rubro-Negro venceu por 2 a 0, quebrando a invencibilidade do Alvinegro no estadual, e assumindo a liderança isolada da competição, com 12 pontos.

  • Flamengo comanda a primeira etapa, perde Pedro mas Muniz volta a marcar

Os primeiros minutos foram equilibrados, mas o Rubro-Negro tinha mais a bola. Aos 6, Pepê por muito pouco não cruzou na cabeça de Pedro, e na queda, o atacante sentiu a coxa esquerda, e teve que ser substituído, com Rodrigo Muniz entrando em seu lugar. Controlando a posse, o Flamengo finalizou pela primeira vez aos 20, quando Bruno Viana lançou Matheuzinho, e o lateral cruzou para o camisa 43, que mandou por cima.

Três minutos depois, Vitinho disputou com Zé Welisson, a bola sobrou para Michael tocar de cabeça para Muniz, que ganhou no corpo de Benevenuto e chutou na saída de Douglas Borges para abrir o placar pra equipe da Gávea, 1 a 0. O gol deixou o Rubro-Negro ainda mais a vontade em campo, e os comandados de Maurício Souza começaram a perder boas chances, especialmente com Michael, que parou duas vezes em Douglas Borges.

Sem conseguir finalizar na primeira etapa, o ataque alvinegro esbarrava na boa partida do sistema defensivo adversário, especialmente em Bruno Viana, que levou a melhor sobre Matheus Babi.

  • Douglas Borges brilha, Botafogo tenta reagir mas Hugo Moura garante a liderança ao Rubro-Negro

Na volta do intervalo, Marcelo Chamusca mexeu no Alvinegro tentando mudar a postura da equipe no clássico, mas o Flamengo seguiu em cima, e quase ampliou com duas chances de João Gomes após boas jogadas coletivas, com a primeira explodindo no travessão e a segunda parando em grande defesa de Douglas.

Aos 11, em mais uma jogada bem trabalhada dentro da área, novamente o volante apareceu para finalizar e parou no goleiro alvinegro. Com a entrada de Kayque, o Botafogo enfim ganhou força no meio-campo e conseguiu levar perigo ao rival.

Apesar disso, a primeira grande chance alvinegra veio após um erro da defesa rubro-negra depois de uma cobrança de falta, e a bola sobrou para Babi, que parou em uma difícil defesa de Hugo Souza, e Renê conseguiu impedir o gol de Kayque no rebote, em cima da linha.

Aos 20, o lance que praticamente definiu o rumo da partida: enquanto o Botafogo reclamava um possível pênalti de Renê, Léo Pereira lançou Muniz, que ganhou no domínio da dupla de zaga, e teve de ser parado com falta por Kanu quando sairia sozinho na cara do gol. O árbitro mostrou o segundo amarelo e expulsou o zagueiro alvinegro. 

Com um a mais, o Rubro-Negro controlou a partida e conseguiu ampliar aos 39 minutos, quando Matheuzinho cruzou na área, a bola sobrou para Hugo Moura na meia-lua, e o volante encheu o pé para fazer um belo gol e garantir a vitória no clássico, 2 a 0.

Na próxima rodada, com uma proibição de eventos esportivos na cidade do Rio de Janeiro, como partidas realizadas realizadas em Saquarema, no interior do estado. No sábado (27) às 21h05, o Flamengo enfrentará o Boavista, enquanto o Botafogo duelará contra o Nova Iguaçu no domingo (28) às 18h.

VAVEL Logo