Vibrante, Marcelo Cabo enaltece jogadores e dedica vitória à torcida: “Ganhar clássico para o Vasco é normal”
Rafael Ribeiro/Vasco

O Vasco teve noite de gala nesta quinta-feira (15), no Maracanã. O time de São Januário não tomou conhecimento do momento do rival e venceu por 3 a 1, com gols de Léo Matos, Germán Cano e Morato. Vitinho descontou para o Flamengo.

O Cruzmaltino pôs fim a um jejum de 17 partidas sem vencer o Flamengo, evitando que o rival quebrasse a marca do Expresso da Vitória, vitorioso time vascaíno que ficou 23 partidas sem perder para o Rubro-Negro na década de 1940.

Depois do jogo, o treinador Marcelo Cabo vibrou muito com o resultado e fez questão de elogiar seus jogadores.

“Tudo que nossa torcida viu em campo hoje foi para o nosso torcedor, que vem machucado e triste. Essa vitória é para eles. Estávamos há 17 jogos sem vencer o clássico e hoje vencemos e convencemos. Dedicamos isso ao nosso torcedor, que sempre acreditaram muito no nosso trabalho.”

O treinador também falou sobre o adiamento da partida, que causou incômodo na diretoria vascaína.

“Esse adiamento foi um plus para a nossa vitória. Ganhamos um dia e trabalhamos muito a bola aérea. O Vasco é gigante. Ganhar clássico para o Vasco é normal, classificar na Copa do Brasil é normal. O que nossos torcedores viram hoje é que vamos lutar sempre.”

Marcelo Cabo falou do tamanho da vitória da equipe vascaína e destacou a semana inteira para treinamentos como fator para equipe atuar bem e vencer arquirrival.

“Essa vitória foi do tamanho do Vasco. Tive pela primeira vez uma semana cheia de trabalho. Os jogadores foram os grandes protagonistas da partida. Enfrentamos um time muito capacitado, que valorizou muito nossa vitória. O Vasco se mostrou muito organizado e só nos dá confiança de que estamos no caminho certo. Ainda não tivemos Vanderlei e Rômulo, estamos construindo o Vasco para a temporada.”

O treinador também falou da opção do Gabriel Pec mais recuado, ajudando na marcação.

“Quando se joga contra um time da qualidade do Flamengo, quando não temos a bola, temos que ser intensos para recuperar. Com a bola, temos que ter a expertise para criar situações. Se você não tiver doação de todos os jogadores, pressionando o adversário, não conseguimos alcançar nossos objetivos. Eu preciso da ajuda do Pec e ele me ajudou bastante. Por isso o Pec saiu cansado, pela função de bloquear a descida do lateral do Flamengo. Nossa marcação começa no Cano e termina no Lucão.”

Marcelo também falou do peso que tira das costas da equipe e a possibilidade de ter uma sequência favorável no Clássico dos Milhões.

“Primeira coisa que procuramos fazer nessa semana foi tirar esse peso de 17 jogos sem vitória sobre o Flamengo. Buscamos leveza, tranquilidade e convicção. Procuramos tirar qualquer bagagem extra para esse jogo. Eu não posso modificar os 17 jogos para trás, mas posso fazer uma nova história.”

Com a vitória, o Vasco chegou a 13 pontos no Campeonato Carioca e subiu para a quinta posição. No próximo domingo (15), a equipe enfrenta o Boavista em Bacaxá, pela penúltima rodada da competição.

VAVEL Logo