Relembre outros dérbis decisivos entre Corinthians x Palmeiras nos últimos anos
Foto: Divulgação/Palmeiras

Quando falamos de Corinthians e Palmeiras vem vários jogos na mente, afinal o dérbi que completou 104 anos, já teve muitos jogos decisivos, e mais um deles será decidido neste domingo (16), às 16h, na Neo Química Arena, pela semifinal do Campeonato Paulista 2021.

Como as equipes chegaram até a semifinal do Paulistão 2021

Antes considerado "azarão" e com trabalho de Vagner Mancini bastante questionado, o Corinthians soma 25 pontos e tem a segunda melhor campanha até aqui. A equipe alvinegra terminou em primeiro no grupo A e derrotou a Inter de Limeira, nas quartas de final por 4 a 1, garantindo vaga na semifinal.

Já o Palmeiras praticamente usou time reserva durante roda a competição. Em alguns momentos teve a sua classificação questionada, e teve de contar com a "ajuda" do próprio rival para garantir vaga às quartas. Na última rodada da fase de grupos do Paulistão, o Palmeiras venceu a Ponte Preta e o Corinthians venceu o Novorizontino, com isso, o Alviverde avançou de fase, onde eliminou o Red Bull Bragantino após vencer por 1 a 0.

Agora as equipes se enfrentam neste domingo (16), quem perder está eliminado. Caso termine empatado, a decisão será nos pênaltis.

Relembre aqui outros jogos decisivos entre Corinthians x Palmeiras

Apesar do primeiro dérbi datar de 6 de maio de 1917, a primeira final entre os dois times aconteceu somente em 1936, quando ambas as equipes terminaram o estadual empatados em pontos, cada um foi campeão de um turno, e se enfrentaram em três jogos pela taça. 

Ainda com seu nome original de batismo, o Palestra Itália havia aplicado uma das maiores goleadas até então. Atropelou o Corinthians por 8 a 0 e por 5 a 1 em 1933.

Em 1936, o Palestra venceu o jogo de ida por 1 a 0, mas o empate sem gols na volta acabou forçando uma terceira partida e novamente, deu Palestra 

As equipes voltaram a se enfrentar em outras oportunidades, entre elas as duas finais em 1993, ano mágico para o Palmeiras, que conquistou o Torneio Rio-São Paulo e logo depois o Campeonato Paulista, onde Viola imitou um porco 

Em 1994, as duas equipes decidiram o Campeonato Brasileiro. E novamente o Palmeiras foi superior e saiu campeão diante do Timão.

No ano seguinte, as coisas começaram a mudar para o Corinthians. Mandando seus jogos no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, a equipe finalmente foi campeã em cima do rival.

Quatro anos depois, o Corinthians voltou a soltar o grito de “é campeão”. Foi a decisão mais polêmica e apimentada pelo excesso de jogos decisivos entre eles na década, incluindo a queda corintiana na Copa Libertadores para o Palmeiras.

Quando o placar estava 2 a 2, Edílson fez algumas embaixadinhas no meio do campo, irritando os palmeirenses como Paulo Nunes e Júnior, e deu início a uma briga generalizada. Sem condição, a partida foi encerrada antes do tempo complementar.

Quase 20 anos depois

Há exatos 19 anos depois, Corinthians e Palmeiras decidiram uma final do Campeonato Paulista em 2018. Talvez a decisão que mais tenha criado a rivalidade entre as equipes nos últimos anos.

Naquele ano, o Timão se sagrou campeão dentro do Allianz Parque, com direito a parabéns nas placas publicitárias do estádio, como parte da festa organizada ao campeão.

Aquilo feriu o orgulho dos palmeirenses, que haviam vencido em Itaquera por 1 a 0, e bastava apenas um empate para sagrar-se campeão, mas perdeu pelo mesmo resultado e nas decisões de pênaltis foi derrotado por 4 a 3.

Naquela mesma partida, atual diretoria alviverde não engoliu um pênalti marcado e depois cancelado pela arbitragem (antes da era do VAR) no jogo no Allianz pronto a penalidade poderia ter dado o empate para o Palmeiras, e com isso o título.

Dois anos depois, as equipes se reencontraram na final do Campeonato Paulista 2020. No jogo de ida, na Arena Neo Química, as equipes ficaram no empate sem gols, já no jogo de volta veio novamente a igualdade, dessa vez em 1 a 1, levando a decisão para os pênaltis. E dessa vez quem levou a melhor foi o Verdão, que venceu por 4 a 3.

 

 

 

VAVEL Logo