Com um a menos, Santos vence o Libertad e abre vantagem na
Sul-Americana
Foto: Divulgação/Santos

O Santos venceu o Libertad, por 2 a 1, nesta quinta-feira (12), na Vila Belmiro. O duelo foi válido pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. O Peixe saiu na frente com Carlos Sánchez, enquanto Bocanegra deixou tudo igual. Mas, a equipe paulista garantiu a vitória nos acréscimos, com gol contra de Barboza.

Santos sai na frente nos minutos finais com gol de pênalti

O Santos chegou aos seis, com Lucas Braga, que cruzou rasteiro. Mas Martín Silva saiu para ficar com a bola. Enquanto o Libertad respondeu aos oito, em chute de Sebastián Ferreira, que o goleiro João Paulo defendeu. Com mais de 70% de bola, o Peixe assustou novamente aos 13’, com Gabriel Pirani, que mandou por cima do gol. Já aos 23’ foi a vez dos visitantes terem uma boa oportunidade. Bocanegra arriscou o chute de longe, mas o arqueiro espalmou.

Aos 35’, o Libertad foi ao ataque com Sebastián Ferreira novamente, mas Kaiky chegou para fazer o corte. Enquanto aos 40’ o VAR entrou em ação e assinalou pênalti para o Santos após a bola bater no braço de Diego Viera. Carlos Sánchez cobrou e colocou o peixe em vantagem. E nos acréscimos, aos 48’, Lucas Braga arriscou de fora da área, mas mandou por cima do gol.

Peixe leva empate, fica com um a menos, mas garante vitória no fim

Em vantagem no placar, aos 11’, o Santos ficou com um jogador a menos. Já que o zagueiro recebeu o cartão vermelho após puxar Melgarejo, que ia sair cara a cara com o goleiro João Paulo. Logo em seguida, aos 13’, o Libertad deixou tudo igual, com Bocanegra, em cobrança de falta, direto para o gol. Enquanto o Peixe tentou voltar a frente também na bola parada. Mas o chute de Carlos Sánchez foi por cima do gol.

Já o Libertad teve a chance de virar o placar, aos 27’, com Sebastián Ferreira. Em contra-ataque, Franco tocou para o atacante, que passou por um marcador, mas acabou sendo travado na sequência. Enquanto aos 31’, Barboza cabeceou com perigo. Inclusive, foi do zagueiro o gol contra que deu a vitória ao Santos, aos 47’. Após cruzamento de Lucas Braga, o jogador mandou de carrinho contra o próprio patrimônio.

E agora?

Com o resultado, o Santos tem a vantagem do empate no jogo de volta. Inclusive, pode até perder por um gol de diferença, mas acima de 3 a 2, que garante a vaga. Já o Libertad precisa vencer, por 1 a 0 ou dois gols de diferença. Caso devolva o placar, a decisão será nos pênaltis. O segundo jogo será na próxima quinta-feira (19), no Defensores del Chaco, às 21h30.

VAVEL Logo