Números refletem instabilidade: Cruzeiro é líder de empates na Série B
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Na última quinta-feira (16), o Cruzeiro ampliou sua série sem perder na Série B para 11 jogos, sendo quatro vitórias e sete empates. Porém, se tornou o time que mais vezes saiu com igualdade no placar no campeonato, com 12 empates. A título de comparação, na última temporada, mas 38 rodadas, a Raposa empatou apenas 13 jogos. 

Há 14 rodadas do fim, a equipe estrelada se aproxima do recorde de empates em uma única edição do campeonato, que pertence ao Oeste-SP; foram 19 empates, em 2018.

Após a partida diante do Operário, Vanderlei Luxemburgo comentou sobre os pontos perdidos em mais um empate dentro de casa, "Vamos ter que buscar esse resultado em outro lugar”, pontuou o treinador.

Fora de seus domínios, o Cruzeiro acumula três vitórias, quatro derrotas e quatro empates.

“Acho que nós fizemos um jogo contra uma equipe que marcou bastante, fomos persistentes, ficamos o tempo todo buscando o resultado. Deixamos a equipe mais vulnerável para buscar o resultado e os jogadores estão de parabéns porque lutaram até o fim”, completou Luxemburgo.

Atuações defensivas 

Dono da terceira defesa mais vazada do campeonato, 31 gols sofridos em 24 jogos, a falta de consistência defensiva pode ser considerada a vilã da equipe celeste para explicar o alto número de empates. Em seis dos 12 empates, o Cruzeiro esteve a frente no placar mas não conseguiu segurar o resultado. No empate contra o Goiás, pela 22ª rodada, o time abriu o placar aos 18 minutos do segundo tempo e sofreu o empate dois minutos depois, aos 20 minutos da segunda etapa.

Na oportunidade, Vanderlei Luxemburgo isentou a defesa de culpa e preferiu comentar a evolução do setor.

“Tomamos um gol com um erro do VAR, e estamos tendo uma defesa muito sólida. Se você pegar, qual foi a grande defesa que o Fábio fez no jogo? Eu não estou preocupado porque tomamos um gol, nós tivemos uma grande partida e eu não posso, depois de três vitórias, crucificar meus zagueiros por conta do gol. Acho que temos que ter calma, paciência, analisar com coerência, para achar um culpado no lance”, afirmou o treinador.

VAVEL Logo